Antena 1 - Home
Imagem Miniatura do Artista: Bob Marley

Bob Marley

A vida pessoal de Robert Resta Marley talvez explique a espiritualidade e o cunho social de sua música. Por ter nascido num paà­s pobre e ter crescido em meio à  miséria, além de ter em sua adolescência acompanhado os efeitos da Segunda Grande Guerra, Bob se tornou um dos mais influentes músicos do mundo, cantando a paz e o amor e divulgando o reggae planeta afora.

Bob Marley nasceu no dia 6 de fevereiro de 1945, na vila de Nine Mile, zona rural do norte da Jamaica. Sua mãe, Cedella Booker, deu a luz com apenas dezoito anos de idade, quando teve um envolvimento com Norval Marley, britânico de 50 anos, capitão do Regimento das àndias Ocidentais. Norval praticamente não participou da vida de Bob, restrigindo-se a dar apenas uma pequena ajuda financeira.

No final dos anos 50, a cidade de Kingston, capital da Jamaica, sofreu uma grande incursão de camponeses, nutridos pela esperança de encontrar melhores condições de vida.

A exemplo das grandes cidades do mundo, ainda mais de paà­ses subdesenvolvidos, este fato acarretou o crescimento de favelas principalmente de Trench Town (Cidade do Esgoto), uma das mais conhecidas de Kingston. Para lá foram Bob Marley e sua mãe.

Lá, Bob conheceu O'Riley Livingston, o "Bunny". Os amigos, motivados a fazer música após ouvirem Ray Charles, Curtis Mayfield, The Drifter, entre outros músicos, começaram a fazer sons com latas e guitarras, que improvisavam em casa. Marley passou a trabalhar em uma funilaria, mas em pouco tempo abandonou o emprego e resolveu levar a sério os sons que fazia com o amigo. Obtiveram ajuda de um cantor local, Joe Higgs, que lecionava canto em Trench Town. Foi em uma destas aulas que Bob e Bunny conheceram Peter McIntosh. Logo, estes três embalariam a Jamaica e o mundo.

Pode-se dizer que o ano de 1962 foi o marco inicial da carreira de Marley. Neste ano, o empresário Leslie Kong o ouviu cantando e prontamente o convidou para gravar em estúdio. 'Judge Not' foi o primeiro single de Bob lançado.

Já em 63, Marley forma com Bunny e Peter o Wailing Wailers. O grupo tocava o principal ritmo do paà­s, o ska, de onde derivou o reggae e que se baseia em uma mistura de sons africanos com o rhythm & blues - R&B -; uma espécia de reggae mais dançante, mais "sensual". 'Simmer Down' foi o primeiro single da banda e foi por dois meses o mais executada nas rádios jamaicanas. A época, os Wailers contavam em sua formação com mais três integrantes: Junior Braithwaite e os backing vocals Beverly Kelso e Cherry Smith.

A mãe de Bob Marley havia se casado e mudado-se para os Estados Unidos e certo dia enviou ao filho uma passagem. Bob passa 8 meses ao lado da mãe, mas antes da viagem o músico havia se casado com Rita Anderson, em 1966.

Retorna à  Jamaica e neste perà­odo sua crença na religião originalmente africana, mas de grande apelo na Jamaica, o Rastafari, aumenta sendo sua música fortemente influenciada por ela.

Bob reúne-se novamente a Peter e Bunny e o grupo passa a se chamar The Wailers. No lugar do ska que tocavam, entra um ritmo mais lento, calmo e com letras mais profundas e filosóficas. O grupo criou o selo Wail'N'Soul que não vingou. Deram a volta por cima graças ao trabalho que fizeram com uma companhia ligada ao cantor folk Johnny Cash.

O grande salto dos Wailers aconteceu quando se uniram ao produtor Lee Perry, que foi responsável por importantes gravações do grupo, como 'Soul Rebel', '400 Years' e 'Small Axe'. No ano de 1970 uniram-se a banda Aston Barrett, baixista, e Carton Barrett, baterista.

O The Wailers já fazia um bom sucesso pela Jamaica, mas não possuia reconhecimento internacional. Em 1971, a convite de Johnny Cash, Bob Marley o acompanhou a Europa. Lá assinou um contrato com a gravadora CBS e as coisas rumavam bem para o jamaicano. No ano seguinte os Wailers já estavam na Inglaterra promovendo seus singles.

Essa primeira empreitada acabou não dando um retorno positivo, no entanto, os músicos foram gravar na Island Record, primeira gravadora a dar mais atenção à  música da Jamaica. O fundador da gravadora, Chris Blackwell, arriscou suas fichas nos Wailers e como resultado foi gravado o álbum Catch a Fire (1973), o primeiro do grupo.

Catch a Fire tem uma importância enorme, não apenas para biografia dos Wailers, mas para toda a história da música. Este álbum foi responsável pela popularização, mesmo que tà­mida, do reggae em âmbito internacional. Apartir dele a música jamaicana trilhou um caminho de sucesso e se sagrou como um gênero exclusivo, como o rock ou o blues. Porém, sua aceitação não foi imediata. A Island Record resolve promover uma turnê pela Inglaterra e Estado Unidos, a primeira de uma banda de reggae, para difundir de forma mais enfática este primeiro disco dos Wailers.

Logo após alguns shows da banda por Londres, eles retornam à  Jamaica e Bunny resolve não ir a turnê norte-americana. É substituà­do então por Joe Higgs, o professor de canto de Bob, Bunny e Peter. Já em solo americano, os músicos promoveram pequenas apresentações e abriram shows de artistas como Bruce Springsteen. Em seguida lançaram seu segundo álbum, Burnin' (1973), que além de versões novas dos primeiros singles da banda, trouxeram duas das principais canções de Bob, 'Get Up, Stand Up', escrita por ele e Peter Tosh e 'I Shot the Sheriff', que em 1974 foi regravada por Eric Clapton em seu álbum 461 Ocean Boulevard e virou de forma meteórica o hit número1 nos Estados Unidos.

Em 1974 a banda se concentrou na gravação do terceiro álbum, Natty Dread. Foi lançando no ano seguinte e a música 'No Woman No Cry' tornou-se uma das mais marcantes dos Wailers. Só que neste mesmo ano Peter e Bunny decidem abandonar a banda e seguir em carreiras solo, porém, mesmo com esta imensa perda, Bob prossegue na estrada. Sua esposa Rita se une ao grupo, junto de Judy Mowatt e Marcia Griffiths, as garotas ficam conhecidas como 'I-Threes'.

O quarto álbum de estúdio, Rastaman Vibrations, sai em 1976. A banda começa a ser reconhecida como Bob Marley & The Wailers, evidenciando a figura de Bob como músico e crooner da nova formação e, em pouco tempo, o novo disco atinge a primeira posição das paradas musicais nos Estados Unidos. Este trabalho é apontado por muitos como o mais "espiritual" de Marley.

A influência de Bob Marley em seu paà­s começou ir além da fronteira artà­stica, atingindo a polà­tica. A Jamaica estava mergulhada em uma forte crise polà­tico-social e Marley, devido ao seu grande sucesso, passou a ter grande prestà­gio entre a população, especialmente entre os jovens pobres, que viam nele e na crença Rastafari um sinal de esperança por dias melhores.

O músico resolve então fazer um show no Parque dos Heróis Nacionais de Kingston, com a intenção de pedir o fim das guerras de gangues que assolavam o paà­s. Sabendo da intenção do concerto de Bob, membros de alguma destas facções, tentam no dia do evento ferir o músico, invadindo sua casa e atirando contra ele, mas Bob só teve ferimentos leves. Mesmo tendo sofrido o atentado, o músico realiza uma breve apresentação no parque.

Após este dia resolve ir morar em Londres e lá grava Exodus (1977), que se mantêm por mais de 50 semanas nas primeiras posições dos tops ingleses. As faixa-tà­tulo e 'Jammin' tornam-se grandes hits. Em 78 é lançado Kaya que tem 'Is This Love?' como principal canção.

Este ano foi repleto de acontecimentos favoráveis a Marley. Após lançar Kaya, o músico retorna a Jamaica depois de alguns meses de exà­lio e promove o One Love Peace Concert. Um concerto de Bob na Jamaica já era motivo para se comemorar, mas o fato mais marcante foi o aperto de mão, dado no palco do espetáculo, entre o Primeiro-Ministro Michael Manley e seu rival Edward Seaga. Por ter sido o mediador deste gesto simbólico, porém de extrema importância para os jamaicanos, Marley recebeu a Medalha da Paz, na sede das Nações Unidas, em Nova York. No fim do ano Bob embarca para a àfrica, onde teve a oportunidade de conhecer a Etiópia, paà­s de onde se originou a religião que ele seguia.

Survival (1979) reflete as experiências da visita do jamaicano à  àfrica. Ao contrário de Kaya e Exodus, que são discos com mensagens positivas, Survival revela sua dor e ódio com relação à s injustiças humanas. É um trabalho que demonstra seu pessimismo em relação ao mundo e faixas como 'So Much Trouble in the World' e 'Ambush in the Night' deixam isto evidente.

Em Abril de 1980 o Zimbábwe, paà­s africano, foi libertado e Bob Marley e banda foram convidados a tocar na festa de comemoração. Em seguida é lançadoUprising. Músicas como 'Work' e 'Could You be Loved' garantiram o sucesso do álbum, além de 'Redemption Song', uma das mais belas canções de Bob. O disco conquistou as paradas européias e a nova turnê pelo continente estava sendo arrasadora. O melhor exemplo para ilustrar o impacto da banda na Europa é o show realizado na cidade de Milão, Itália, visto por 100 mil expectadores, o maior público dos Wailers.

Retornam à  América e realizam dois shows no Madison Square Garden, Nova York e planejavam fazer uma turnê com o cantor Stevie Wonder, com o qual já haviam dividido o palco. No entanto, os planos começam a ruir. Cerca de três anos antes, Bob Marley havia ferido um dos dedos do pé, em Londres, jogando futebol "” Bob, como a maioria dos jamaicanos, era fã de futebol, em especial da seleção brasileira "” Ao músico, havia sido aconselhado amputar o dedo, porém a religião Rastafari não permite amputações. O ferimento piorou, tornou-se canceroso e alastrou-se pelo corpo. E no dia 11 de maio de 1981, em Miami, Estados Unidos, Bob Marley, já consagrado como lenda, morre. Seu corpo foi enterrado em Nine Mile, sua cidade natal, após um grande funeral acompanhado pelas principais personalidades da Jamaica. Recentemente seu corpo foi removido para a Etiópia, lugar onde, segundo sua mulher, Rita Marley, o cantor gostaria de ser enterrado.

Seu trabalho é freqà¼entemente relembrado, através tributos, coletâneas e celebrações diversas. Centenas de músicos regravaram e ainda regravam suas canções. No Brasil, um dos maiores fãs de Bob é o músico Gilberto Gil, que em 2002 lançou o álbum Kaya N'Gan Daya, uma homenagem ao mestre do reggae.

Os Wailers aparecem na nona posição entre as 50 maiores bandas das paradas inglesas de todos os tempos e o disco Legend (1984), coletânea dos maiores sucesso de Marley, é o disco de reggae mais vendido da história. Micheal Stype, vocalista do R.E.M., em entrevista a rede televisiva MTV, declarou: "O reggae é uma música que eu não gosto, eu não entendo, mas um artista como Bob Marley, devido a sua importância, é impossà­vel não ouvir". Eis aà­ uma pequena demonstração das conquistas de Bob Marley e dos Wailers.

São claras as realizações de Bob Marley, sejam elas no campo musical ou no polà­tico-social. Foi responsável pela difusão do reggae pelo mundo, foi o primeiro artista a conquistar os "três mundos" "” alusão à  divisão geo-polà­tica do planeta em paà­ses de primeiro, segundo e terceiro mundo "”, além de ser ardente defensor do continente africano. Por isso, Bob Marley transformou-se em um mito. Por ter feito muito mais do que música.

DISCOGRAFIA

Imagem em Miniatura do Álbum: Gold Gold
2004

Imagem em Miniatura do Álbum: Legend (Deluxe Edition) Legend (Deluxe Edition)
2002

Imagem em Miniatura do Álbum: Legend (Remastered) Legend (Remastered)
2002

CARREGAR MAIS

ARTISTAS

a-ha
ABBA
Adele
Air Supply
Al Jarreau
Alanis Morissette
Alejandro Sanz
Alicia Keys
Alle Farben
Alphaville
  >