Antena 1 - Home
Imagem Miniatura do Artista: Boy George

Boy George

Para falar de Boy George, é quase involuntária a lembrança de seu visual, cheio de brilho, cores, e maquiagem, muita maquiagem, aliás. A inspiração para construir esse personagem, veio de seus à­dolos andróginos, David Bowie e Marc Bolan, do T-Rex. Boy George nasceu na Inglaterra, como George Alan O'Dowd. Começou a circular pelos pubs ingleses no final da década de 70, e trabalhou em clubes como DJ. George era tema de reportagens e chamava a atenção de todos com seu estilo. Em 1981, conheceu Malcolm McLaren, (que "formou" os Sex Pistols) que o convidou para integrar o grupo Bow Wow Wow, mas, Boy saiu pouco tempo depois.

Em 1982, formou o grupo In Praise of Lemmings. Mais tarde, o nome mudou para Sex Gang Children, o que causou problemas e acusações de pedofilia. Teve de ser mudado, dessa vez, definitivamente, para Culture Club. Com essa proposta de visual exótico e músicas açucaradas, a banda chamou a atenção de uma gravadora que apostou na proposta, a Virgin Records.

O primeiro disco, um single, de 1982, foi White Boy, seguido de I'm Afraid of Me, em seguida veio o grande sucesso que os levou a serem conhecidos pelo mundo, a balada 'Do You Really Want to Hurt Me". Já no primeiro álbum do Culture Club, Kissing to be Cleaver, o grupo se destacou em parte pela figura estranha de George.

O som produzido pelo Culture Club, entra no hall dos "new-romantics" à­cones da chamada New Age ao lado de Duran Duran e Visage. Mais cinco álbuns foram lançados, com vários hits. Eles estiveram entre os dez melhores das paradas de sucesso, tanto na Inglaterra quanto nos Estados Unidos, durante a curta carreira da banda, de 1982 a 1986. Os motivos da separação foram os desentendimentos entre os membros do grupo, e o envolvimento de Boy George com a heroà­na em 1985, o que complicou o relacionamento romântico que mantinha com o baterista Jon Moss.

Em 1986, Boy foi preso por porte de maconha, e o tecladista Michael Rudetski foi encontrado morto por overdose de heroà­na em sua casa. A famà­lia do músico tentou culpar o cantor. Então, ele anunciou que era viciado em drogas, deixou a banda, e se internou para fazer tratamento.

Boy George voltou em 1987, em carreira solo, com o álbum Sold, que emplacou somente na Inglaterra. O disco, Boyfriend, de 1989, foi distribuà­do somente na Europa. A gravadora resolveu lançar um disco especial nos EUA, em 1989, High That, com músicas do dois últimos discos, porém isso não surtiu efeito. Em 1991, Martyr Mantras, um álbum construà­do com baladas dançantes, foi lançado na Inglaterra com autoria de outro grupo chamado Jesus Loves You, e produzido por um novo selo criado por George, o More Protein. Mesmo assim, a popularidade caà­a.

Em 1993, ele virou o jogo, e voltou ao topo com a canção 'The Crying Game', produzida pelos Pet Shop Boys, e que se tornou trilha do filme com o mesmo nome (Traà­dos Pelo Desejo, em português.

) Foi o primeiro sucesso no Estados Unidos desde o inà­cio da carreira solo. A música se transformou no hit de 1993. Nos anos seguintes, Boy George voltou ao cenário musical como começou, sendo DJ, e conseguindo relativa audiência.

Em 1995, se apresentou no Brasil, ainda com seu estilo extravagante, que rendeu algumas manchetes de jornal. Seu último disco saiu em 2000, Essential Mix, com versões techno para suas próprias canções, e até uma versão de 'Garota de Ipanema'. Em 2001, George atacou de gourmet, e publicou um livro de receitas macrobióticas, entitulado Karma Cook. Em 2002, ele participou como ator de um musical chamado Taboo, que se passa em Londres, e retrata a fase dos new romantics e tem trilha de Boy George e do Culture Club.

DISCOGRAFIA

Imagem em Miniatura do Álbum: This Is What I Do (Deluxe Version) This Is What I Do (Deluxe Version)
2013

Imagem em Miniatura do Álbum: Taboo (Original Broadway Cast) Taboo (Original Broadway Cast)
2004

Imagem em Miniatura do Álbum: At Worst...The Best of Boy George and Culture Club At Worst...The Best of Boy George and Culture Club
1993

CARREGAR MAIS

ARTISTAS

a-ha
ABBA
Adele
Air Supply
Al Jarreau
Alanis Morissette
Alejandro Sanz
Alicia Keys
Alle Farben
Alphaville
  >