Antena 1 - Home
Imagem Miniatura do Artista: Natalie Cole

Natalie Cole

Nascida em 6 de fevereiro de 1950, Natalie cresceu no elegante bairro de Hancock Park, em Los Angeles. A música fez parte de toda a infância. Sua mãe Marie, antes de se casar com Cole, era cantora da orquestra de Duke Ellington. Além disso, como seu pai pertencia à  mesma gravadora de astros como Beatles, Ella Fitzgerald e Billie Holiday, entre outros, bons discos para se ouvir não faltavam. Sua primeira apresentação foi aos seis anos, quando gravou uma música para o álbum de Natal de Nat. Após isso, ela chegou a gravar em uma fita algumas das canções de Ella. Quando seu pai ouviu, pediu ao produtor Nelson Riddle que a deixasse cantar em seu nightclub. Essas apresentações duraram apenas uma semana, porque Natalie estava na escola. Isso tudo foi aos 11 anos.

Quando estava com 15, Nat King Cole morreu de câncer. Foi então que sua famà­lia mudou-se para Massachusetts e Natalie entrou na faculdade. No inà­cio, seu desejo era ser médica. Mesmo assim, ela continuou tocando em bares.

Em 1972, Natalie se formou psicóloga. Nessa época, a cantora se apresentava no Mister Kelly"™s Night Club. Foi quando dois produtores e empresários, Chuck Jackson e Marvin Yancy, assistiram ao show e gostaram. Eles começaram a compor canções que se adaptassem a sua voz. Com uma fita demo ambos trataram de arranjar uma gravadora. E conseguem. Não por acaso, é a mesma de seu pai: Capitol Records. Em 1975 ela grava seu primeiro álbum Inseparable, e de cara emplaca dois sucessos 'Inseparable' e 'This Will Be'. No trabalho seguinte, Natalie, teve outro hit, 'Sophisticated Lady', outro grande sucesso de sua carreira. No ano de 76 Marvin e Natalie se casam. A parceria com a Capitol permaneceria até 1983. A artista ainda gravaria 'Thankful', 'Unpredictable' e 'I Love You So'. Na seqà¼ência, Cole fez duetos com Peabo Bryson em 1979 e 1980 e Ray Perker Jr, em 1987. Natalie continuava fazendo hits. Mas a sua fase de maior sucesso estava apenas começando.

Ela grava o LP Everlasting, que trazia um grande hit gravado por seu pai em 1957, 'When I Fall in Love'. No ano de 1991, a cantora novamente utilizou uma canção de Nat, mas dessa vez, graças à s novas tecnologias, fez um dueto com ele. 'Unforgettable' que fez parte do disco Unforgettable With Love (91), vendeu mais de cinco milhões de cópias. Seus trabalhos seguintes foram That a Look (93), Holly & Ivy (94) e (96), que contavam com a participação de grandes orquestras. Em 1999 Natalie gravou dois discos, Snowfall on the Sahara e The Magic of Christmas, junto com a Orquestra Sinfônica de Londres. No ano seguinte ela lança uma coletânia com seus maiores sucesso, Greatest Hits Vol.1, seguido de um álbum de inéditas, Ask A Woman Who Knows, lançado em 2002.

Em 16 de julho de 2008, sua assessora de publicidade, Lellie Capwell, divulgou que Natalie foi diagnosticada com hepatite C e provavelmente contraiu a doença hepática pelo uso que fez de drogas há mais de trinta anos.

Segundo foi divulgado também, ela está reagindo bem ao tratamento, mas tem sofrido "efeitos colaterais significativos" que incluem fadiga, dores musculares e desidratação. Em sua autobiografia "Angel on My Shoulder", publicada em 2000, ela declarou sua dependência de cocaà­na, heroà­na e álcool e que superou essa dependência após uma longa estadia em uma clà­nica de reabilitação no inà­cio dos anos 80.

DISCOGRAFIA

Imagem em Miniatura do Álbum: Unforgettable: With Love Unforgettable: With Love
2008

Imagem em Miniatura do Álbum: Still Unforgettable (Deluxe Edition) Still Unforgettable (Deluxe Edition)
2008

Imagem em Miniatura do Álbum: Natalie Cole: Greatest Hits, Vol. 1 Natalie Cole: Greatest Hits, Vol. 1
2000

CARREGAR MAIS

ARTISTAS

a-ha
ABBA
Adele
Air Supply
Al Jarreau
Alanis Morissette
Alejandro Sanz
Alicia Keys
Alle Farben
Alphaville
  >