Antena 1 - Home
Você está lendo as notícias da Antena1 Nacional Mudar Filial

Avicii fará pausa em sua carreira

  • 29/03/2016 16:30
Imagem: Avicii fará pausa em sua carreira

Em recente publicação, o DJ Avicii revelou que fará uma longa pausa em sua carreira. Além disso, ele também afirmou que não subirá mais aos palcos depois que finalizar sua agenda de 2016 – sendo esses, os últimos shows do sueco.

O músico, que é um dos mais reconhecidos nomes da música eletrônica atualmente, publicou uma longa carta em seu site oficial, revelando as novidades.

"Eu nunca largarei a música, eu continuarei falando com meus fãs, mas eu decidi que este 2016 será a minha última turnê. Vamos fazer com que as apresentações sejam um estouro. Uma parte de mim nunca poderia dizer nunca, eu poderia voltar, mas eu não voltarei tão cedo", escreveu o produtor.

Ao longo do texto, o DJ afirmou que a decisão foi tomada durante uma viagem com seus amigos: "Isso realmente me ajudou a perceber que eu precisava fazer a mudança que eu tenho lutado contra há algum tempo".

O sueco contou que um dos motivos de sua escolha foi o desejo de fazer diversas coisas em sua vida, mas que acaba não fazendo por falta de tempo. "Minhas escolhas e carreira nunca foram impulsionadas por coisas materiais, embora eu seja grato por todas as oportunidades e conforto que o sucesso me deu. Eu sei que eu sou abençoado por ser capaz de viajar por todo o mundo e tocar, mas tenho muito pouco tempo para a pessoa real que ficou atrás do artista”, disse ele.

Fora isso, ele assinou a carta com seu nome verdadeiro, Tim Berling e agradeceu algumas pessoas importantes em sua carreira. Ao fim, ele brincou com os fãs divulgando um número de contato: "P.S.: Eu tenho um número novo, então vocês podem me mandar mensagem. Por favor, tenham paciência comigo [porque] eu posso não ser super-rápido para responder. X".

Os próximos shows de Avicii, que farão parte desse encerramento, acontecerão em festivais no Reino Unido. Além disso, ele já anunciou uma série de shows em Las Vegas, nos Estados Unidos, e na Espanha. O Brasil, contudo, não aparece em sua agenda.