Antena 1 - Home
Você está lendo as notícias da Antena1 Nacional Mudar Filial

Brasil está entre os cinco maiores mercados do YouTube no mundo

  • 06/06/2013 00:00
Imagem: Brasil está entre os cinco maiores mercados do YouTube no mundo

O Brasil já está entre os cinco maiores mercados do YouTube no mundo, anunciou o site de vídeos em streaming em seminário organizado nesta quarta-feira, 5, com a presença de executivos de diversas áreas da empresa.

“O Brasil é muito grande e está crescendo rápido”, disse John Farrell, diretor de parcerias do site na América Latina. “Nove entre dez usuários de internet brasileiros veem vídeos no YouTube”, completou ele, citando fenômenos que brotaram da rede mundial de computadores, como o canal de humor Porta dos Fundos, que atualmente possui 3,6 milhões de assinantes e 312 milhões de visualizações únicas distribuídas entre os 92 vídeos publicados.

Farrell também cita a parceria com emissoras de TV brasileiras. Atualmente são três: TV Cultura, SBT e Record. “Vocês todos se lembram daquela pegadinha do fantasma no elevador, do SBT?”, questionou ele, citando o vídeo que mostra uma garotinha fantasiada de fantasma que assusta pessoas em um elevador criado por Silvio Santos. “Conversei com amigos da Inglaterra e na Ásia e eles tinham visto o vídeo. É essa a globalização que estamos tentando ampliar”.

De acordo com eles, apenas 34% do conteúdo visto no YouTube, de cada país, é produzido localmente. Sobra a possibilidade de uma parceria com a TV Globo, contudo, Farrell despista: “Não podemos falar sobre isso por razões óbvias, mas estamos abertos à criar novas parcerias com todo mundo.”

Alex Carloss, diretor de parcerias do canal, vê o YouTube em uma fase de canalização do site. “É sair do vídeo avulso e entrar nos canais que você gosta”, explicou ele. “A internet é a democratização de informação. A TV é um envio de informação de mão única, enquanto o YouTube possui duas vias”, completou.

Eles também anunciaram que começam a chegar ao Brasil aparelhos de TV que possuem a tecnologia para que os usuários possam controlar o YouTube no televisor (que tenha conexão com a internet) através dos próprios smartphones. De acordo com pesquisa da Our Mobile Planet, 75% dos usuários de smartphones no país assistem a vídeos através deles.

“Sabemos que era horrível navegar no YouTube da TV através do controle remoto”, admitiu Shiva Rajaraman, diretor de produtos. A proposta que foi colocada em ação é que o próprio site de adapte à qualidade e velocidade de conexão de cada um dos 1 bilhão de usuários ao redor do mundo. Com isso, foi criada a tecnologia que aproveita ao máximo os “encanamentos”, como chamou Shiva, que ligam o aparelho à internet. “Também alteramos a qualidade do vídeo, para evitar que o usuário tenha que esperar para que o vídeo carregue”.


Rolling Stone