Antena 1 - Home

Cachorros usam expressões faciais para se comunicar com os donos

  • 20/10/2017 15:00
Imagem: Cachorros usam expressões faciais para se comunicar com os donos

Segundo um novo estudo, cachorros são mais expressivos quando estão sendo observados por humanos. Por mais que pareça só charme, a famosa carinha de cão arrependido funciona como um recurso de comunicação para eles.

O experimento que comprovou essa estratégia canina contou com 24 cachorros. Enquanto tinham suas reações mapeadas pela ferramenta DogFACS (sigla em inglês para Sistema de Decodificação Facial Canina), os participantes peludos foram testados sob três situações distintas.

Na primeira, um acompanhante humano dava toda a atenção para eles, enquanto mostrava petiscos, que chamavam a atenção dos cães. Em outro momento, os humanos também interagiam com os cães, mas sem usar nenhuma espécie de recompensa extra que pudesse conquistá-los. O restante dos voluntários foi aconselhado a ignorar completamente os animais, virando para a parede em vez de brincar com eles. Em todas as situações, cada pessoa estava a um metro de distância do seu respectivo cãozinho.

Os resultados comprovaram que, quando ganhavam atenção, os cachorros se comportavam de maneira muito mais expressiva. O interessante foi que, diferente do que podemos pensar em um primeiro momento, a existência ou não de comida não fez diferença para esse comportamento.

Esse fato, segundo os cientistas, é um indício de que os cachorros usam suas caras e bocas realmente para se comunicar, e não só para manifestar emoções. Levantar as sobrancelhas e virar a cabeça, para eles, quer dizer muito mais do que seu estado de espírito. “Esse movimento faz os olhos dos cachorros parecerem mais largos, e mais parecidos com os de um bebê – o que também lembra a expressão que os humanos costumam fazer quando estão tristes”, contou Juliane Kaminski, que liderou a pesquisa.

Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!