Antena 1 - Home

Cientistas pensam em ar-condicionado gigante para “recongelar” o Ártico

  • 20/02/2017 16:00
Imagem: Cientistas pensam em ar-condicionado gigante para “recongelar” o Ártico

O Ártico está 20°C acima da média história registrada, de acordo com o relatório do Instituto Meteorológico da Dinamarca. Para essa situação extrema, são necessárias medidas extremas.

Para evitar o descongelamento do local, cientistas ousaram e decidiram “recongelar” o Ártico. A ideia mirabolante inclui instalar cerca de 10 milhões de bombas eólicas sobre uma calota e trazer água gelada do mar para a superfície a fim de reestabelecer o gelo derretido. Com o projeto, a camada de gelo ficaria mais espessa e, assim, mais resistente – de acodo com Steven Desch, pesquisador e físico da Universidade do Arizona, um metro a mais de gelo significaria reverter 17 anos de derretimento.

Para que isso funcione, no entanto, seria necessário bombear 7,5 kg por segundo de água, o que demandaria 10 milhões de bombas! Isso tudo para cobrir apenas 10 por cento da área de 107 km² do Ártico.

Obviamente, isso não passa de uma teoria que, provavelmente, nunca sairá do papel. Principalmente porque o projeto é estimado em cerca de US$ 500 bilhões – ou seja, todos os governos do mundo teriam que se empenhar para arcar com os custos da instalação desse ar-condicionado gigantesco.

Por agora, a única estratégia viável seria o mundo parar de queimar combustíveis fósseis. Caso nenhuma medida eficaz seja tomada nesse sentido, o cenário pode ficar ainda mais catastrófico nas próximas décadas.

Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!