Antena 1 - Home

Madonna e Bono Vox envolvidos em escândalo fiscal

  • 06/11/2017 14:15
Imagem: Madonna e Bono Vox envolvidos em escândalo fiscal

No último domingo, dia 5, foi divulgado um novo escândalo fiscal, batizado de Paradise Papers,que traz nomes de Madonna e Bono Vox. Além dos artistas, a lista conta com outras 127 personalidades que estão ligadas a empresas em paraísos fiscais.

Conforme a investigação, publicada no jornal alemão "Süddeutsche Zeitung", o vocalista do U2 usou empresa com sede em Malta para pagar por uma participação em um centro comercial de uma pequena cidade da Lituânia, livrando-se da cobrança de impostos.

O nome de Madonna aparece após ter investido em ações de uma empresa farmacêutica por meio de uma sociedade na ilha de Bermuda, outro paraíso fiscal.

A pesquisa, desenvolvida pelo Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação, foi feita por 382 jornalistas de quase 100 veículos, que analisaram mais de 13 milhões de documentos de paraísos fiscais gerados entre os anos de 1950 e 2016.

Ainda aparecem no Papers Paradise a rainha Elizabeth II, o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, o ex-chanceler alemão Gerhard Schröder, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e um importante aliado do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.