Antena 1 - Home
Você está lendo as notícias da Antena1 Nacional Mudar Filial

Material de Amy Winehouse para o terceiro disco foi destruído

  • 01/07/2015 15:16
Imagem: Material de Amy Winehouse para o terceiro disco foi destruído

O lançamento do documentário “AMY” está se aproximando, e a revista norte-americana Billboard fez uma longa matéria sobre Amy Winehouse, entrevistando pessoas que fizeram parte de seu dia a dia e de sua carreira.

O produtor Mark Ronson, o presidente da Island Records, Darcus Beese, e o chefe da gravadora Universal do Reino Unido, David Joseph, foram uma das personalidades entrevistadas.

Ao ser questionado sobre o material para um possível terceiro álbum de estúdio da cantora, David Joseph afirmou que todos os demos do sucessor de Back To Black, gravados em 2011, foram destruídos por ele mesmo.

“Era uma coisa moral. Pegar um trecho ou um vocal é algo que jamais aconteceria sob minha supervisão. Agora não irá acontecer sob a supervisão de ninguém”, disse o presidente da gravadora.

Conforme informações concedidas por Salaam Remi, produtor que trabalhava com a britânica neste material, 14 canções já estavam gravadas. Algumas semanas antes de ela vir a falecer, toda composição do disco já havia acabado, mas nenhuma delas entraram no disco póstumo, nomeado “Lioness: Hidden Treasures” e lançado em dezembro de 2011.

Desde julho de 2011, data da morte de Amy Winehouse, a gravadora Island Records já lançou alguns materiais em homenagem a cantora – como o disco “Amy Winehouse at the BBC”, de 2012, e uma participação em uma canção do rapper Nas, nomeada “Cherry White”.