Antena 1 - Home

Morcego brasileiro passa a se alimentar de sangue humano

  • 16/01/2017 15:00
Imagem: Morcego brasileiro passa a se alimentar de sangue humano

O conde Drácula acaba de ganhar um concorrente no nordeste do Brasil. O morcego da espécie Diphylla ecaudata, também conhecido como morcego-vampiro-de-perna-peluda, agora se alimenta de sangue.

Essa é uma das três espécies de morcego-vampiro existentes no mundo – todas elas vivem na América. Até então, era sabido que apenas uma delas se alimentava de sangue humano. No entanto, pesquisadores brasileiros descobriram que mais uma também passou a seguir essa dieta devido à degradação do ecossistema local.

O líder da pesquisa, o biólogo Enrico Bernard, disse que o morcego-vampiro vive em uma caverna do Parque Nacional de Catimbau, há cerca de 300 quilômetros de recife. Com cerca de 2 mil cavernas, o parque protege uma das últimas áreas de caatinga do Brasil. O pesquisador e sua equipe vigiaram por três anos uma delas, que abrigava uma colônia de morcegos.

A constatação foi clara após a análise de sedimentos deixados pelos morcegos. Em algumas delas, para surpresa dos pesquisadores, havia DNA humano.

A equipe explicou que, em um cenário de pouca comida disponível, os animais passaram a se alimentar de sangue. De acordo com Bernard, não houve em Catimbau um processo de desapropriação para a construção do parque – o local foi declarado parque nacional em 2002. Assim, ainda existe a presença humana no local.

Bernard afirmou que a mudança do hábito alimentar dos morcegos não deve gerar pânico, mas pode haver consequências para a saúde pública, uma vez que estes animais podem transmitir doenças, como é o caso da raiva.