Antena 1 - Home

O número de doadores de medula óssea vem diminuindo; saiba como doar

  • 05/01/2018 10:00
Imagem: O número de doadores de medula óssea vem diminuindo; saiba como doar

Atualmente, o Brasil tem quase 4 milhões e meio de doadores, mas esse número está com dificuldades para aumentar. No ano passado, pouco mais de 280 mil novas pessoas se dispuseram a doar. Este é o pior número dos últimos três anos. De 2015 para cá, os novos cadastros só vêm caindo.

Em relação a 2016, a queda foi de 14 por cento, e essa redução é um drama a mais para quem vive a expectativa de receber a doação de medula óssea.

Encontrar alguém compatível é difícil. No Brasil, o índice de compatibilidade é de uma a cada 50 mil pessoas. Por isso, quanto mais doadores na lista, maior a chance de um transplante acontecer.

Se você quer ser um doador, o primeiro passo é procurar o hemocentro do seu estado para agendar uma consulta de esclarecimento ou palestra sobre a doação.

O voluntário assinará um termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE), e preencherá uma ficha com informações pessoais. Será retirada uma pequena quantidade de sangue (10ml) do candidato a doador. É necessário apresentar o documento de identidade.

O seu sangue será analisado por exame de histocompatibilidade (HLA). Os seus dados pessoais e o tipo de HLA serão incluídos no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME).

Quando houver um paciente com possível compatibilidade, você será consultado para decidir quanto à doação. Por este motivo, é necessário manter os dados sempre atualizados.

Para seguir com o processo de doação serão necessários outros exames para confirmar a compatibilidade e uma avaliação clínica de saúde. Somente após todas estas etapas concluídas o doador poderá ser considerado apto e realizar a doação.

Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!