Antena 1 - Home

Obesidade por ser consequência de danos cerebrais, segundo estudo da Unicamp

  • 29/11/2017 15:00
Imagem: Obesidade por ser consequência de danos cerebrais, segundo estudo da Unicamp

Segundo pesquisa feita pela Unicamp (SP), em parceria com a Universidade de Cambridge, na Inglaterra, a dieta rica em gordura saturada contribui fortemente para o desenvolvimento da obesidade.

Segundo Lício Augusto Velloso, professor de medicina e coordenador do Centro de Pesquisa em Obesidade e Comorbidades (OCRC) da universidade, a longo prazo, o comportamento provoca inflamações no hipotálamo, região do cérebro responsável pelo controle da fome. Os neurônios POMC, que fazem este trabalho, podem morrer com a má alimentação e o dano é irreversível.

Para o estudo, Daniela Razolli, pesquisadora da Unicamp, conta que os testes começaram em camundongos e, após análise da primeira fase, ela foi à Inglaterra para produzir neurônios a partir de células-tronco.

"São células-tronco provinientes de pele humana. Nós pegamos essas células, transformamos em neurônios do tipo que controlam fome e gasto energético. Tratamos esses neurônios com gorduras com ácidos graxos, aí analisamos os efeitos que essas gorduras tem em neurônios humanos", conta.

Com o resultado em mãos, os pesquisadores consideram que é possível desenvolver novas pesquisas que apontem possibilidades de repovoação do hipotálamo com os neurônios de saciedade a partir de medicamentos ou células-tronco.

Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!