alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Meia hora de exercício leve já faz a diferença na saúde

    Um estudo americano descobriu que o essencial é se manter em movimento.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Você não precisa de uma academia cara ou de uma maratona para ser saudável, diz um novo estudo: apenas levante-se e mova-se por pelo menos meia hora por dia.

    Muitas pesquisas descobriram que o ato de sentar demais está ligado a uma série de riscos à saúde, desde doenças cardiovasculares até o envelhecimento precoce. Mas o novo artigo, publicado no American Journal of Epidemiology, descobriu que se movimentar por 30 minutos, todos os dias, pode ajudá-lo a viver mais.

    Exercícios leves, como caminhar em vez de permanecer sentado, correspondem a um risco 17% menor de morte prematura. Movimento de intensidade mais alta tem um efeito maior; a mesma quantidade de exercício moderado ou vigoroso correspondeu a um risco de mortalidade 35% menor, diz o artigo.

    Mas é claro, quanto mais exercícios, melhor. O coautor do estudo Keith Diaz, professor assistente de medicina comportamental do Centro Médico Irving, da Universidade de Columbia, e seus colegas descobriram que os benefícios da longevidade aumentavam à medida que a atividade física se acumulava; uma hora de exercício conferiu duas vezes mais benefícios do que meia hora. Mas parecia haver um ponto - cerca de 3,5 horas de movimento por dia - em que as pessoas maximizavam seus ganhos com o exercício.

    O estudo usou dados de quase 8 mil americanos saudáveis ??com mais de 45 anos e que usaram rastreadores de atividade física por pelo menos quatro dias como parte de um estudo separado. Os pesquisadores usaram esses dados para calcular quanto tempo as pessoas passaram sendo sedentárias e ativas e rastrearam os dados de saúde e mortalidade das pessoas durante mais de cinco anos de acompanhamento. Eles então criaram simulações que se aproximavam de como acrescentar mais movimento - e, assim, reduzir o tempo de sedentarismo - poderia afetar o risco de mortalidade.

    Para o adulto americano médio, a mensagem por trás do estudo de Diaz é importante. "Levantar-se e mover-se um pouco, mesmo com intensidade leve, pode ser suficiente para diminuir o risco", diz ele.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. meia hora de exercicio leve …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.