alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Aretha Franklin

    Por antena 1

    news single img

    A rainha do soul, Aretha Franklin, nasceu no dia 25 de março de 1942 em Memphis. Filha do reverendo C.L. Franklin, começou a cantar ainda pequena na Igreja em Detroit onde seu pai trabalhava. Aos 14 anos, gravou pela primeira vez música gospel e fez algumas turnês de divulgação. Com 19 anos, Aretha mudou-se para Nova York, onde fechou um contrato com a Columbia Records escoltada pelo produtor John Hammond. 

    Na primeira metade da década de 60, Aretha lançou algumas músicas pela Columbia. A voz impressionava a todos, mas o estilo não era muito familiar, o pop. Em seis anos, ela emplacou apenas um álbum, “Rock-a-Bye Your Baby With a Dizxie Melody”. Era preciso mudar de gravadora, a cantora assinou um novo contrato com a Atlantic e, amparada pelo produtor Jerry Wexler, começou a cantar soul e R&B. 

    O lançamento de “I Never Loved A Man (The Way I Love You)” mostrou o lugar de Aretha no mercado fonográfico: o topo. Com isso, montou uma banda profissional e se tornou um símbolo da música negra no mundo. Foram milhões de discos vendidos e hits como “Respect”, “Baby I Love You”, “Chain of Fools”, entre muitos outros. Com a canção “Respect”, Aretha ainda recebeu dois Grammys. 

    A cantora passou por problemas pessoais no início da década de 70, mas que não atrapalharam os seus objetivos com a carreira. Aretha continuou a emplacar hits, como “Bridge Over Troubled Water”, “Don’t Paly That Song” e “Spanish Harlem”. A partir daí, marcou presença no Grammy entre 1969 e 1975. No final da década de 70 o cenário de sucesso da cantora mudou. 

    Os três últimos álbuns não fizeram o sucesso que ela estava acostumada. “La Diva” foi lançado em 1979, mesmo ano em que seu pai foi assassinado. Em 1980, foi a hora de dar a virada na carreira, quando estreou nos cinemas, no filme “The Blues Brothers”, o que a apresentou a um público mais jovem. No mesmo ano, mudou de gravadora e foi para a Arista Records, que a colocou de às paradas musicais graças à música “What A Fool Believes”. 

    O disco seguinte, “Love All The Hurt Away”, trouxe um dueto com George Benson, mas não repetiu o sucesso do anterior. Foi preciso chamar os famosos produtores Luther Vandross e Marcus Miller para colocar Aretha no topo das paradas R&B. Eles foram os responsáveis pelos dois discos seguintes, “Jump To It” (1982) e “Get It Right” (1983). 

    “Who’s Zoomin’ Who?”, lançado dois anos depois com produção de Narada Michael Walden, se tornou o disco de maior sucesso pela Arista. Aretha retornou às paradas e ao Grammy com a música “Freeway of Love”. No disco “Aretha”, ela fez o dueto “I Knew You Were Waiting (For Me)” com George Michael e, com esse e outros sucessos, Aretha foi a primeira mulher incluída no Rock and Roll Hall of Fame. 

    No meio de todo o sucesso, Aretha precisou lidar com a tragédia de perder dois irmãos e seu empresário em 1988. Apesar do sofrimento, Aretha voltou ao estúdio. Além de seus discos, ela cantou para Bill Clinton em 1993 e participou da trilha sonora do filme “Falando de Amor”. Ficou um tempo parada, mas voltou em 1995, quando recebeu o prêmio especial no Grammy “Lifetime Achievement”. Em 1998, lançou “A Rose Is Still a Rose”, que foi bem criticado na época. 

    Aretha foi novamente convidada para participar da nova versão do filme “Blues Brothres 2000” e para a trilha sonora, a cantora re-gravou “Respect”. Ainda em 1998, a cantora lançou “The Queen Of Soul” e esteve no projeto especial do canal VH-1, “Divas Live”, ao lado de Celine Dion, Mariah Carey, Gloria Stefan e Shania Twain. O show foi apresentado pelo canal e lançado em CD e DVD, o que mostrou ao público que Aretha ainda era a rainha do soul. 

    Para encerrar a década, Aretha substituiu no último minuto o cantor Luciano Pavarotti na cerimônia do Grammy 98. Ela cantou o que estava no programa, um trecho da ópera Nessun Dorma. Após um período afastada, Aretha voltou aos palcos para a gravação do “Divas Live” em 2001. Desta vez com Janet Jackson, Mary J. Blige, Jill Scott e Backstreet Boys. 

    Depois de 5 anos sem gravar a diva do soul music lançou em 2003 o álbum “So Damn Happy”, com faixas como “No Matter What”, “Everybody Somebody's”, além de “Wonderful”, que lhe rendeu novamente um Grammy na categoria R&B. O disco é o décimo segundo da carreira da cantora. 

    Em 2017, aos 74 anos, Aretha Franklin anunciou sua aposentadoria após 56 anos de carreira. 

    1. Home
    2. artistas
    3. aretha franklin

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.