alexametrics
Conectando

    “Sofri durante muito tempo”, afirma Lady Gaga sobre saúde mental

    A artista foi premiada pelo trabalho realizado pela Fundação Born This Way

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    No último domingo, dia 10, Lady Gaga e sua mãe, Cynthia Germanotta, foram premiadas pelo Global Changemakers pelo trabalho na Fundação Born This Way, criada pelas duas. A organização visa apoiar o bem-estar dos jovens e capacitá-los a criar um mundo mais gentil e corajoso.

    Nessa ocasião a artista acabou falou sobre sua saúde mental, afirmando que sofreu de alguns problemas. "De forma pública ou não, sofri durante muito tempo devido aos meus problemas de saúde mental. Mas acredito verdadeiramente que os segredos nos deixam doentes", disse.

    Fazendo referência às mortes de Kate Spade e Anthony Bourdain, ambas por suicídio, a cantora apelou à gentileza das pessoas e à comunicação nos momentos menos bons. "Na minha opinião, quase todos os problemas podem ser resolvidos com bondade. Pelo menos, esta pode amenizá-los. A bondade tem um 'tom' discreto. Às vezes as pessoas pensam que não tem importância. Mas é extremamente poderosa. Pode mudar a forma como nos vemos uns aos outros. Como vemos as nossas comunidades e como trabalhamos. Pode mesmo mudar a forma como nos sentimos conosco, ao sermos mais bondosos para nós próprios. Precisamos de mais gentileza no mundo".

    A cantora aproveitou para falar sobre o trabalho de sua fundação desses casos "Nós unimos as pessoas para ter conversas verdadeiras e honestas e para ser gentil. A bondade não é uma reflexão tardia para o nosso trabalho. É a força principal de tudo o que fazemos. É a lente que vemos em todos os desafios", explicou.

    Para finalizar, Gaga agradeceu a mãe por permanecer ao seu lado durante os dias mais difíceis. “Obrigada, mãe, por não ter medo dos meus pensamentos mais sombrios e por ter feito o que muitos não reconhecem ter efeito: segurar a minha mão e cuidar de uma organização que segura a mão de muitos outros. Eu te amo. A ideia de cometer suicídio é como um feitiço, então precisamos ter empatia. Sejam gentis e ajudem uns aos outros a quebrá-lo”.

     

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.