alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Alguns sites podem te ajudar caso tenha problemas com seu voo

    As indenizações podem variar de 2 mil reais a 12 mil reais, dependendo do caso.

    Placeholder - loading - news single img

    1534

    Publicada em  

    Vários sites brasileiros defendem os direitos dos consumidores em caso de voos cancelados ou atrasados, bagagem extraviada e overbooking. A informação é especialmente importante nesta época de feriado de Carnaval, quando o fluxo de passageiros nos aeroportos é intenso.

    O resultado? Indenizações que podem variar entre 2 mil reais e 12 mil reais, em média.

    Quick Brasil, Liberfly e Resolyvi mediam acordo com as companhias aéreas em casos de infrações. São comuns casos de cancelamento ou overbooking. Em casos de bagagem extraviada, é possível pedir indenização caso o contratempo tenha gerado gastos adicionais.As indenizações também são buscadas em casos de atrasos de mais de quatro horas ou até atrasos menores nos quais a empresa não tenha cumprido as suas obrigações.

    Pelas regras definidas pela Agência Nacional de Aviação (ANAC), atrasos de mais de uma hora de voos obrigam a companhia aérea a oferecer Wi-Fi e linhas de telefone aos passageiros. Em atrasos de mais de duas horas, voucher de alimentação ou lanches e bebidas. Atrasos a partir de quatro horas demandam acomodação ou hospedagem e transporte. Em atrasos de mais de quatro horas, a empresa aérea deverá oferecer ao passageiro, além de assistência material, opções de reacomodação ou reembolso. 

    Bruno Arruda, da Resolvvi, afirma que qualquer caso de atraso, perda de conexão, cancelamento e overbooking que a companhia aérea tenha notificado o passageiro menos que 72 horas antes do embarque e tenha feito com que ele chegue quatro horas depois ou mais em seu destino final são passíveis de indenização.

    Na Resolvvi, a média dos valores de indenização é de 3,5 mil reais. “O máximo que observamos foi um caso no qual o passageiro foi indenizado em 40 mil reais. Já o mínimo foi um caso em que o cliente aceitou um acordo de mil reais. O que define um valor maior é o quanto de transtorno o passageiro sofreu, se teve vários gastos extras, perdeu algum compromisso importante, não recebeu nenhuma acomodação da companhia aérea, estava acompanhado de crianças ou possuía condições de saúdes especiais, como problemas de coluna”, conta Arruda.

    Para usufruir deste serviço, o passageiro envia detalhes sobre o seu caso por chat online, e-mail ou telefone, anexando fotos de documentos. As informações passarão por uma triagem, que pode ter o auxílio de tecnologias de inteligência artificial. Essa análise verifica se o pedido de indenização é válido a partir de um curto questionário.

    Provas adicionais, como comprovantes de gastos extras, declarações escritas fornecidas pela companhia aérea, comprovante de perda de compromisso por conta do problema, comprovante de situação de saúde, são evidências de que o passageiro sofreu um dano moral maior. Portanto, a indenização a ser recebida possivelmente será maior.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. alguns sites podem te ajudar …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.