Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Amizades do mundo da música; Veja a lista

    Confira algumas histórias de personalidades que têm ou já tiveram uma boa relação

    Placeholder - loading - 20 de julho é o dia do amigo; Freddie Mercury e Elton John tinham uma linda amizade. Crédito da imagem: iStock
    20 de julho é o dia do amigo; Freddie Mercury e Elton John tinham uma linda amizade. Crédito da imagem: iStock

    Publicada em  

    Neste sábado, 20 de julho, é celebrado o dia do amigo. E para comemorar junto com você e com aquelas pessoas especiais, a Antena 1 fez uma listagem com 4 duplas do universo musical que mantêm uma boa amizade. Afinal o convívio dentro dos palcos ou dos estúdios pode resultar em relações valiosas e significativas.

    Você sabia, por exemplo, que Freddie Mercury e Elton John eram super próximos? Aliás, segundo enquete realizada através do nosso site, essa dupla de amigos é a favorita dos nossos ouvintes. A votação, que envolveu outros grandes astros, como Paul McCartney e Michael Jackson; Taylor Swift e Selena Gomez, foi acirrada, mas Mercury e John ganharam, com 36%.

     

    Confira, a seguir, a nossa listagem e saiba mais sobre as amizades entre estrelas:

    Elton John e Freddie Mercury

    Os astros eram grandes amigos. Aliás, eles ao lado de Rod Stewart já até tentaram formar um supergrupo... Já pensou? Só as feras envolvidas, seria perfeito, não é? A banda já tinha até nome, ‘Nose Teeth and Hair’, mas, a ideia nem chegou a sair do papel.

    Um detalhe interessante: Na internet, há diversas fotos dos dois juntos, o que demonstra tal cumplicidade, como a imagem acima. 

    Momentos tristes e importantes

    Inclusive, o cantor britânico contou em seu livro, ‘’O amor é a cura’’, que Mercury confidenciou para ele que era portador do vírus HIV, ainda em 1987.

    ‘’Eu fiquei devastado. Perdi tantos amigos para essa doença. Eu sabia o que iria acontecer com Freddie. Mas ele era extremamente corajoso e continuou se apresentando com a banda. Continuava engraçado, a pessoa generosa que sempre foi’’, revela John na publicação.

    Lembrando que o líder do Queen só fez o anúncio público sobre sua enfermidade um dia antes de morrer, em 1991.

     

    Paul McCartney e Michael Jackson

    O ex-Beatle e o rei do pop fizeram belos duetos juntos, como ‘Say Say Say’.

    McCartney contou em entrevista a tevê do exterior como essa parceira começou. O britânico lembra que recebeu um telefonema de Jackson: ‘’Era Natal e eu estava em casa, quando o telefone tocou e uma vozinha falou comigo. Eu perguntei quem era, tentando proteger a minha privacidade. ‘É o Michael’, ele disse. Achei meio esquisito, e ele continuou: ‘Michael Jackson’! Depois me perguntou: ‘Quer fazer alguns hit?’. E eu respondi: sim, claro!’’.

    Porém, a amizade foi estremecida quando Jackson comprou o catálogo dos Beatles em um leilão por 47,5 milhões de dólares. 

    McCartney relatou que não houve brigas, mas naturalmente teve um afastamento.

    Por fim, o inglês afirmou na mesma entrevista: ’’Ele era um homem encantador e muito talentoso, sinto falta dele’’.

    Taylor Swift e Selena Gomez

    Essas duas são amigas de longa data, aproximadamente, há 14 anos.

    Gomez já chegou a afirmar em entrevista dada em 2018, que Swift é como uma irmã mais velha. E ainda confessou que conta tudo para ela.

    Passenger e Ed Sheeran

    Em entrevista à Antena 1, concedida em fevereiro deste ano, o cantor, dono do hit ‘Let Her go’, comentou sobre a amizade com o britânico. E inclusive, disse que o ruivo nunca o esquece, e sempre o convida para participar de turnês. Tanto é que nos shows feitos na América do Sul, por exemplo, o artista responsável pela abertura das apresentações de Sheeran foi o Passenger.

    Últimas Notícias

    Placeholder - loading - Imagem da notícia 6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    6 músicas internacionais que têm samples de outras canções

    Sample é um termo bastante conhecido no mundo da música, especialmente por compositores, cantores e gravadoras. Mas a verdade é que isso talvez seja algo que esteja guardado apenas para os profissionais da área. Sendo assim, esta matéria foi preparada para informar o leitor, com uma linguagem fácil para todos tenham conhecimento.

    A criação de uma música é muito mais complicada e detalhada do que o ouvinte comum acha. O glamour para os cantores e bandas, como premiações, discos de ouro e platina são apenas o final de um trabalho longo e extenso. Como, sabemos que para uma produção de música, uma equipe com vários profissionais é acionada.

    Para entender o sample, devemos voltar lá na origem do artificio, que teve notoriedade na década de 80, justamente com o crescimento das músicas eletrônicas e os arranjos, em versões de remix.

    Por mais moderno que possa parecer, uma técnica de samplear as faixas musicais são muito mais antigas do que pensamos. As primeira tentativas e estudos originaram o termo, surgiram na década de 40.

    Os franceses teóricos da música Pierre Schaefer e Pierry Henry, foram os pioneiros na preparação da chamada Musique Concrèt, que em resumo é arte de modificar um som.

    Como o próprio diz, o significado de Sample, do inglês para o português é basicamente “amostra”, e essa amostra é uma forma utilizada pelos produtores, em uma criação musical. Diferente do remix, o sample é uma base de um faixa já existente. Para deixar mais fácil para o entendimento.

    Quando um musico pega um violão para compor as primeiras notas de uma obra, ele levará para uma gravadora e produtor musical, e incluir aquele curto trecho instrumental na canção. Essa gravação do violão é uma amostra fica gravada, para o inicio da criação.

    O Sample não está limitado apenas nas gravações instrumentais, mas as vozes são muito presentes também. Muitos produtores usam de uma musica já existente para a elaboração de uma nova.

    Por isso, em algumas situações, é notório quando o ouvinte aprecia uma canção, e assemelha a mesma com outra. Assim, ‘samplear’ pode ser considerado uma forma de homenagear o criador.

    Músicas que utilizam sample

    Madonna - 'Hung Up'

    Do ritmo conhecido e apreciado por muitos, o single ‘Gimme ,Gimme, Gimme’ da banda aclamada ABBA, a diva Madonna, não economizou na homenagem ao grupo sueco. ‘Hung Up’ virou de fato um sucesso em 2005, e talvez poucos sabiam dessa similaridade.



    Confira a versão do ABBA:



    Beyoncé - 'All Night'

    A base feita pela estrela Beyoncé em ‘All Night’ foi de fato uma bela combinação com ‘Spottieottiedopaliscious’. A canção original veio da dupla de rappers americanos, Outkast.



    Confira a versão da dupla Outkast:



    Jennifer Lopez - 'Jenny From The Block'

    O grupo americano de hip hop, The Beatnuts, emprestou um de seus exemplares, ‘Watch Out Now’, para a cantora, compositora e atriz Jennifer Lopez. A batida presente na canção da J.Lo é mais um exemplo da utilização do sample. E vale ressaltar que isso não falta de criatividade, e sim uma admiração e homenagem.



    Confira a versão do grupo The Beatnuts:



    Ariana Grande - '7 Rings'

    Ariana Grande voltou ao passado e utilizou 'My Favorite Things', do clássico 'A Noviça Rebelde' em sua música "7 Rings".    

    17 H
    1. Home
    2. noticias
    3. amizades do mundo da musica …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.