alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Apesar de fazer bem ao coração, consumo de álcool prejudica outras áreas da saúde

    Novo estudo sobre o tema foi publicado em uma revista científica britânica.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Um estudo publicado na revista britânica “The Lancet” apontou que o consumo de álcool está associado a quase 3 milhões de mortes a cada ano em todo o mundo. Ainda segundo os pesquisadores, não existem níveis seguros para o consumo de bebidas alcoólicas.

    Entre os países analisados, o Brasil é um dos que veem os consumidores da substância crescendo. E os consumidores masculinos são os que mais crescem.

    O estudo faz parte da série "Fardo Global das Doenças" e analisou os níveis de consumo de álcool e seus efeitos sobre a saúde em 195 países entre 1990 e 2016. Foram ouvidos participantes de 15 a 95 anos, divididos em grupos dos que bebem e dos que não bebem.

    O financiamento foi feito pela Fundação Bill & Melinda Gates, sob coordenação da professora Emmanuela Gakidou, da Universidade de Washington, em Seatle, nos Estados Unidos.

    A pesquisa concluiu que aqueles que tomam uma dose diária (10 gramas de álcool puro) tem até chance 0,5 por cento maior de desenvolver câncer e problemas de saúde relacionados ao álcool, se comparado com quem não bebe. Quando são duas doses por dia, o risco sobe para 7 por cento. E, no caso de cinco doses diárias, chega a ser 37 por cento maior.

    Segundo os resultados obtidos, uma em cada três pessoas no mundo consome álcool; cerca de 2 por cento das mulheres e quase 7 por cento dos homens morrem de problemas de saúde relacionados com o consumo da bebida a cada ano; o consumo foi classificado como o sétimo principal fator de risco para a morte prematura e incapacidade em todo o mundo em 2016; para pessoas acimas dos 50 anos, os cânceres foram a principal causa de morte relacionada ao álcool.

    Os estudiosos também concluíram que os efeito benéficos contra doenças cardíacas apontados por algumas pesquisas não são compensados pelos efeitos adversos em outras áreas da saúde.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. apesar de fazer bem ao coracao

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.