alexametrics
Conectando

    O site career.com, especializado em empregos, divulgou uma pesquisa que mostra quais são as piores profissões dos Estados Unidos em 2013

    As 10 piores profissões de 2013

    Por Jornalismo Antena 1, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    O site career.com, especializado em empregos, divulgou uma pesquisa que mostra quais são as piores profissões dos Estados Unidos em 2013.

    O estudo avalia o ambiente de trabalho, renda, esforço físico, nível de estresse e perspectivas de crescimento. Os dados utilizados são do Centro de Estatísticas do Trabalho e de agências do governo dos Estados Unidos.

    Confira a lista completa:

    1. Repórter (Jornal)
    Salário anual US$ 35,2 mil
    Os baixos salários, o estresse e a tensão do trabalho somados à crise da indústria dos jornais fazem do ofício um dos que menos compensam.

    2. Lenhador
    Salário anual US$ 33,1 mil
    Uma das profissões mais perigosas do mundo. Centenas de lenhadores morrem anualmente, geralmente, atuando em situações precárias.

    3.Soldado
    Salário anual: US$ 37,2 mil
    Os prejuízos dos soldados, quando retornam da guerra, não são somente físicos, mas psicológicos e relacionados a traumas.

    4. Ator
    Salário anual: US$ 51,1 mil

    5. Trabalhador de refinaria de petróleo
    Salário anual: US$ 33,1 mil
    A distância dos profissionais de centros de socorro sofisticados aumentam o risco de mortes em caso de acidentes. Além do longo período de isolamento exigido nas plataformas.

    6. Leiteiro
    Salário anual: US$ 65,2 mil
    A cultura do leite na porta de casa está cada vez menor, com a correria diária, as pessoas preferem fazer as compras no supermercado e ter o produto disponível na geladeira.

    7. Leitor de água e luz
    Salário anual US$ 35,1 mil
    A função está próxima do fim, já que as empresas de energia estão investindo em sistemas integrados e leitores remotos.

    8. Carteiro
    Salário anual US$ 55 mil
    Além do trabalho exaustivo e dos riscos, a utilização de comunicação eletrônica como e-mails e mensagem de textos reduziu consideravelmente o volume de trabalho.

    9. Carpinteiro
    Salário anual US$ 35,1 mil
    Está cada vez mais difícil achar este tipo de profissional que vem sendo substituído por empresas terceirizadas.

    10. Comissário de voo
    Salário anual US$ 38,1 mil
    Os riscos e a tensão a quê são submetidos esses profissionais pela natureza da profissão se agravaram com a busca das companhias por lucros, diminuindo equipes e sobrecarregando funcionários.


    Career e IstoÉ

      Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.