alexametrics
Conectando

    Cantora Cheareen Jones pede 10 bilhões de dólares à artista por apropriar-se de canções que são, supostamente, dela

    Beyoncé é acusada de plágio

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Beyoncé anda fora dos holofotes nas últimas semanas, mas está sendo processada de plágio pela cantora Cheareen Jones. Segundo o site Radar Online, Jones garante que as letras das canções “Sweet Dreams”, “Irreplaceable” e “Listen” foram escritas por ela no período em que trabalhava em uma igreja.

    “Eu pensei que a igreja havia me roubado, e é por isso que estou abrindo um processo contra a comunidade [...] Ela está cometendo um grande furto usando minha imagem e interpretando canções que não pertencem a ela”, disse a autora da ação.

    Cheareen Jones foi à Justiça de Kings Country, em Nova Iorque, pedir 10 bilhões de dólares à Beyoncé por usar suas composições sem dar retorno nem autoral nem financeiro.

    Ainda segundo a publicação, a cantora alega que o valor de 10 bilhões de dólares é referente aos ganhos de Beyoncé com as faixas, além de ser uma “compensação pelos danos emocionais, psicológicos e físicos” que o furto lhe causou.

    A acusação ainda não foi comprovada e o processo está em aberto. A primeira audiência acontecerá no dia 18 de novembro. Enquanto isso, os fãs da norte-americana estão se perguntando: “Sweet Dreams”, “Irreplaceable” e “Listen” seriam músicas religiosas?

      Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.