alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Brasil é o país com mais ultra-ricos da América Latina, aponta informe de banco suíço

    Pesquisa recente mostrou quais países do continente se destacam quando o assunto é riqueza

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo publicação recente sobre riquezas individuais a nível mundial do banco suíço, Credit Suisse, que trouxe detalhes a respeito dos ultra-ricos, mais de 1.700 latino-americanos são considerados indivíduos com um patrimônio muito alto, ou seja, possuem fortunas superiores a 50 milhões de dólares. E a maioria desses cidadãos estão concentrados no Brasil.

     

    Os destaques da lista

    De acordo com o material, que foi divulgado pela rede BBC da Espanha, na América Latina, o total de pessoas com fortunas superiores a um milhão de dólares crescia até junho para 458.443.

    Dentre elas, 1.782 possuem um patrimônio muito elevado, estimado em cerca de mais de 50 milhões de dólares e 161 indivíduos desse público acumularam riquezas superiores a 500 milhões de dólares.

     

    Na listagem, em se tratando de América Latina, o Brasil se encontra na posição número 1 da listagem, com 659 pessoas consideradas ultra-ricas.

    O México ocupa o segundo lugar, com 435 cidadãos que se encaixam nesse quesito.

     

    Já o Chile, nomeado pelo informe como o "campeão da América Latina" por ser o país do continente com maior riqueza per capita, está na terceira colocação do ranking.

    Colômbia e Peru compõem as seguintes posições. Enquanto, a Argentina foi a última da listagem.

     

    Outros continentes

     

    No ranking mundial, tendo em vista todos os continentes, os países que estão no topo são: Estados Unidos, China, Alemanha, Reino Unido e Japão. Nesses locais, também, há o maior número de milionários.

    De acordo com os dados, o número de pessoas com um patrimônio superior a um milhão 1 milhão de dólares crescia até junho de 2018 (quando se deu o fim da pesquisa). Houve um aumento de 2,3 milhões de pessoas, quando comparado ao ano anterior.

     

    Segundo as informações da pesquisa do Credit Suisse, a estimativa é que 9,5% da população mundial possua 84.1% da riqueza global.

    1. Home
    2. noticias
    3. brasil e o pais com mais

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.