alexametrics
Conectando

    Bruce Springsteen tomou a mesma atitude na última sexta-feira, dia 8

    Bryan Adams cancela show como protesto contra lei anti-LGBT

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    No início dessa semana, Bryan Adams anunciou o cancelamento de um concerto que aconteceria na próxima quinta-feira, dia 14, em Mississipi, nos Estados Unidos, em protesto contra uma nova lei anti-LGBT do Estado.

    Em comunicado publicado em seu site oficial, o canadense afirmou que “não poderia tocar com a consciência tranquila em um Estado onde os direitos civis de certas pessoas estão sendo negados devido às suas orientações sexuais".

    A lei, que deve entrar em vigor em junho deste ano, permite que pessoas, funcionários e até mesmo empresas neguem serviços a casais do mesmo sexo, alegando aspectos religiosos. Além disso, também os permite usar fatores religiosos para impor regras no ambiente de trabalho.

    O músico faria uma apresentação na cidade de Biloxi, no Mississippi Coast Coliseum. Ainda na publicação, Adams demonstrou que pretende tocar no local futuramente se a lei não entrar em vigor.

    "Tenho esperança de que o Mississippi se corrija e eu possa voltar e me apresentar para todos os meus fãs. Espero esse dia", escreveu o cantor.

    A atitude do canadense lembra a iniciativa de Bruce Sprignsteen na última semana. Na ocasião, o músico cancelou um show no Estado da Carolina do Norte, como protesto contra uma lei que fere os direitos dos transgêneros no local.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.