alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Cada vez mais tem pessoas com sensibilidade ao glúten, mas, não são celíacas

    Especialistas argentinos caracterizam os dois tipos

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    De acordo com uma publicação feita em um jornal argentino de grande circulação, a sensibilidade ao glúten é uma intolerância que produz sintomas parecidos sofridos por quem é celíaco. Porém, há uma diferenciação, no primeiro caso, não há a reação autoimune que produz dano as vilosidades do intestino.

    Visando diagnosticar de modo correto, o ideal, segundo especialista do exterior, é consultar um médico para que em primeiro lugar seja descartado a enfermidade celíaca, pois ela pode ocasionar danos maiores senão for tratada.

    Para uma profissional do país, há muitos casos de sensibilidade ao glúten. A grande diferença é que quem é apenas sensível pode, por exemplo, adotar uma dieta não tão restritiva.


    A celíaca é a doença crônica intestinal mais comum na Argentina, por exemplo. No entanto, o problema é que muitos não sabem que tem. Por isso, é bom investigar.

    De acordo com profissionais da saúde do país latino-americano, existe uma tendência de que seguir dieta sem glúten pode trazer benefícios à saúde, por conta de estrelas de Hollywood ou esportistas que fazem esse tipo de recomendação, mas isso não é verídico. O indicado para quem não tem a enfermidade é tentar comer de forma mais natural. 

     

     

    1. Home
    2. noticias
    3. cada vez mais tem pessoas com

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.