alexametrics
Conectando

    Campanha eleitoral de Donald Trump usa faixas de Adele sem permissão

    O político norte-americana tocou os hits “Rolling in the Deep” e “Skyfall” em comícios

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    O político republicano Donald Trump, pré-candidato à presidência dos Estados Unidos, arranjou mais uma confusão entre personalidades do mundo da música. Nos últimos dias, ele reproduziu as faixas “Rolling in the Deep” e “Skyfall”, de Adele, em sua campanha eleitoral, sem permissão da cantora.

    Após saber da situação, a artista não gostou da atitude de Trump e fez questão de pronunciar-se. Além de proibi-lo de utilizar as canções, seu porta-voz divulgou um comunicado: "Adele não deu permissão para que sua música seja usada para qualquer campanha política".

    Fora isso, não houve confirmações se a artista tomará medidas legais para impedir o uso não autorizado de suas canções.

    A britânica não é a única que teve uma de suas produções utilizadas para fins políticos. Steven Tyler, do Aerosmith, e Neil Young também já impediram Donald Trump de usar suas faixas, e também a banda R.E.M. que criticou o político por usar sua música "It's the End of the World", em um comício realizado em setembro do ano passado.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.