alexametrics
Conectando

    Cientistas desenvolvem vacina contra a gripe em forma de adesivo

    A técnica promete ser uma alternativa indolor, mais prática e de menor custo em relação à injeção.

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Cientistas americanos desenvolveram uma vacina contra a gripe em forma de adesivo com microagulhas. Pressionando-o sobre a pele, as agulhas a penetram e se dissolvem, liberando os vírus inativados, que fazem parte do processo de imunização. A técnica promete ser uma alternativa indolor, mais prática e de menor custo em relação à injeção.

    Segundo os pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia e da Universidade Emory, a eficácia do adesivo é semelhante à da vacina tradicional. O adesivo, que precisa ficar sobre o pulso por 20 minutos, é capaz de imunizar pacientes adultos.

    Mais de 70 por cento dos voluntários dos experimentos disseram preferir o novo método, que obteve 50 por cento menos queixas que a vacina aplicada por seringas.

    Os experimentos mostraram que a vacina por meio do adesivo é efetiva e segura e que resposta dos anticorpos foi semelhante à da injeção. Mesmo depois de seis meses da aplicação, a imunização ainda era sentida.

    Os efeitos colaterais observados foram apenas leves irritações, coceiras e vermelhidões na pele, no local onde as microagulhas penetraram, com a duração de dois a três dias.

    “As microagulhas são bem pequenas, você mal consegue vê-las. [Com o novo método], podemos prever a vacinação em casa, no trabalho ou sua distribuição via correio”, disse Nadine Rouphael, uma das autoras da pesquisa.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.