Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Cigarros eletrônicos têm causado sérios problemas de saúde nos EUA

    A ideia é que o produto seja uma alternativa mais saudável em relação ao cigarro convencional, mas não é isso que parece acontecer.

    Placeholder - loading - news single img
    Cigarro aceso (Foto: Pixels)

    Publicada em  

    Nos Estados Unidos, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças investiga um número crescente de casos de doenças pulmonares graves que podem estar relacionados a vaporização do cigarro eletrônico.

    Desde o final de junho, de acordo com o CDC, 94 pessoas em 14 estados do país tiveram doenças pulmonares graves que podem estar ligadas ao uso de cigarros eletrônicos. Estes produtos aquecem substâncias, como nicotina, por exemplo, para criar aerossóis inaláveis pelos usuários.

    A contagem de casos cresceu o suficiente para levar o CDC a trabalhar com os departamentos de saúde para saber mais sobre o que poderia estar causando as condições preocupantes, que afetam principalmente os adolescentes.

    Embora "mais informações sejam necessárias para determinar o que está causando as doenças", de acordo com o órgão, o cigarro eletrônico aparece entre uma das possíveis causas entre os estados envolvidos na investigação, incluindo Illinois, Califórnia, Indiana, Minnesota e Wisconsin, onde quase um terço casos relatados se originaram.

    Autoridades de saúde do estado de Wisconsin dizem que pacientes pediátricos e adultos estão exibindo sintomas como falta de ar, fadiga, dor no peito, tosse e perda de peso. Muitos deles relataram o uso de cigarros eletrônicos nas semanas ou meses antes da hospitalização. Não está claro quais produtos de cigarros eletrônicos eles usaram, e eles podem ter consumido substâncias, incluindo nicotina, THC e /ou canabinóides sintéticos, de acordo com autoridades de saúde.

    Alternativa ao cigarro convencional

    O cigarro eletrônico é pensado para ser uma alternativa mais saudável a longo prazo do que fumar os tradicionais cigarros. Isso porque o produto oferece menos substâncias químicas causadoras de câncer. Mas como o uso de cigarros eletrônicos se tornou mais popular, vários efeitos colaterais aparentes foram relatados.

    Estudos preliminares mostraram ligações entre o uso de cigarros eletrônicos e danos vasculares, respiratórios e celulares, e órgãos norte-americanos estão investigando problemas raros de saúde potencialmente associados a vaporização. São eles: convulsões, lesões resultantes de dispositivos explosivos e, agora, doenças pulmonares. Alguns adolescentes também se tornaram viciados em nicotina por causa do produto, levantando preocupações entre as autoridades de saúde pública.

    Não está totalmente claro, no entanto, como ou se os cigarros eletrônicos estão causando muitos desses problemas de saúde. Mas o envenenamento por nicotina pode ocorrer quando as pessoas, especialmente as crianças, ingerem nicotina líquida ou a absorvem através da pele, de acordo com a Academia Americana de Pediatria.

    Em 2018, por exemplo, a Food and Drug Administration (FDA) advertiu que os produtos de uma empresa chinesa de cigarros eletrônicos continham medicamentos não aprovados destinados à disfunção erétil, o que poderia ser perigoso para certos usuários.

    A Antena 1 traz um compilado de notícias relacionadas ao tema que você confere aqui.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. cigarros eletronicos tem …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.