alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Confira as novidades no campo da robótica

    Robôs médicos, professores e vendedores foram apresentados em evento na China

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo informações publicadas em um jornal argentino, o Congresso Mundial de Robôs de Pequim, que acontece todo ano, trouxe mais de quinhentas máquinas inteligentes. O evento, com duração de três dias, foi protagonizado por robôs humanoides, que de acordo com os criadores, no futuro, poderão ser vendedores, recepcionistas de um hotel, médicos, ou até mesmo trabalharem em um banco.

    60 empresas chinesas desse ramo fizeram uma exposição mostrando os avanços, e também, houve conferências com especialistas norte-americanos dos Estados Unidos, Europa e Ásia Oriental.

    Tudo indica, que atualmente, o custo desses recursos são altos, cerca de 100.000 dólares. Segundo um dos desenvolvedores, quando os produtos tiverem preço mais acessível, até 20 ou 30 mil, será comum vê-los no comércio e em shoppings na China.  

    Um dos destaques foi o robô médico, que funciona de forma similar aos vendedores ou recepcionistas. No geral, eles possuem uma tela informativa na 'face' ou no 'peito', sensores para não atropelar os transeuntes, além disso, conseguem escutar os usuários e fornecer informações.

    A máquina, também, é capaz de dar conselhos aos pacientes, relativos ao tratamento. Porém, de acordo com os autores, o dispositivo ainda não está pronto para substituir um médico de carne osso. Aliás, a maioria dos aparelhos apresentados no local estão na fase de aperfeiçoamento.

    Inclusive, muitos deles ainda não foram comercializados, e os criadores buscam profissionais que possam trazer alguma melhora aos aparelhos ou até mesmo que possam diminuir o valor tão elevado dos produtos.

    No lugar, tinham objetos com mais dotes, como o artístico: uns eram capazes de tocar guitarra, por exemplo.

    De acordo com a Federação Internacional de Robótica, a China já é o principal mercado de robôs industriais e concentra 25% das vendas mundiais.

    É claro que esse setor está em franca expansão no lugar, porém, atualmente já existem robôs sendo usados em alguns ramos do país. Por exemplo: David Wang, da companhia Beijing Lingyi Technoogy, disse que a máquina para uso doméstico da empresa, capaz de cozinhar ou  limpar, está sendo muito solicitada por os endinheirados do país.

    1. Home
    2. noticias
    3. confira as novidades no campo …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.