alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Conheça mais sobre um novo bairro de Toronto, no Canadá

    Os primeiros residentes poderão se estabelecer na região daqui alguns anos

    Placeholder - loading - news single img

    71

    Publicada em  

    Toronto é uma cidade com inúmeros atrativos: É considerada a maior do país, e, o maior centro financeiro canadense. Além disso, é formada por pessoas de diversas nacionalidades. Segundo a revista The Economist, em 2017, foi considerada a quarta melhor do mundo para se viver. Também, se destaca por ser uma das mais seguras do coninente americano. Depois de tantos bons atributos, motivos para conhecer a região não faltam. O interessante é que em breve haverá mais uma razão voltada ao mundo da tecnologia: uma zona cheia de novidades deve ser instalada no local.


    Quayside é o nome dado a um lugar muito próximo ao cais de Toronto, onde será constituído um bairro inédito em termos globais. Marcado por inovação, alta conectividade e inteligência artificial. Quem está por trás disso é a Sidewalk Labs, a empresa de inovação urbana que pertence à Alphabet, a companhia matriz do Google.

     O investimento para realizar um plano detalhado é de cerca de 50 milhões de dólares de dólares. As informações devem se tornar públicas no início de 2019.  A expectativa é que os primeiros moradores possam se mudar em 2022.

    Segundo o planejamento da companhia, no lugar haverá comércios, escritórios, apartamentos e parques. A ideia é que o transporte seja feito via bicicleta ou por meio de veículos elétricos autônomos.

    Além disso, em relação ao fluxo de automóveis, está previsto a instalação de muitos sensores no bairro, o que possibilitará conhecer o consumo de água e de eletricidade, gerenciar os espaços destinados aos estacionamentos e  detectar a identidade dos moradores para a realização de pagamentos e para terem acesso a diversos serviços, por exemplo.

    O lugar vai contar com internet muito veloz e um modelo de informática unificado.

    Na zona, eles buscarão reduzir emissões de gases do efeito estufa em 73%, o consumo de água, também, deve sofrer certa diminuição de 65%.

    Uma das intenções é atrair companhias do ramo tecnológico para a região. Inclusive, o Google deve se realocar e instalar a sua sede central no espaço.

    Já foram feitas inúmeras consultas públicas dirigidas aos cidadãos torontonianos, às empresas privadas e aos estudiosos, para detalhar mais sobre o projeto, e também, a fim de escutar sugestões. Há uma programada para novembro deste ano, inclusive.

    Uma preocupação crescente é relativa à proteção dos dados pessoais. Segundo os criadores, esse é um quesito que integra o projeto.

    1. Home
    2. noticias
    3. conheca mais sobre um novo …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.