alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Conjunto de diretrizes para evitar problemas no coração

    Especialistas elaboraram oito dicas que diminuem o risco de problemas relacionados ao coração.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Especialistas publicaram um novo conjunto de diretrizes sobre as melhores formas de prevenir ataques cardíacos, derrames e insuficiência cardíaca – pela primeira vez, eles se concentram diretamente no paciente.

    As últimas revisões das diretrizes, publicadas pelo Colégio Americano de Cardiologia (ACC) e pela American Heart Association (AHA), foram anunciadas na reunião anual do ACC. Eles têm o objetivo de ajudar os médicos a descobrir o risco de o paciente ter problemas cardíacos e de navegar pelas melhores maneiras de tratar esses fatores de risco.

    "É importante que as pessoas percebam que mais de 80% dos ataques cardíacos, derrames e eventos de doenças arteriais periféricas são evitáveis, então o reconhecimento precoce dos fatores de risco é importante", diz o Dr. Roger Blumenthal, diretor do centro de prevenção Johns Hopkins Ciccarone Center for the Prevention of Cardiovascular e co-presidente do Comitê de Redação de Prevenção do ACC/AHA.

    As recomendações, que são publicadas na revista Circulation da AHA, reiteram os conselhos anteriores sobre várias medidas, mas também propõem novas recomendações, incluindo algumas que tradicionalmente não se enquadram no âmbito da medicina.

    Use aspirina - quando apropriado

    Até agora, o ACC e a AHA recomendaram que a maioria das pessoas com maior risco de ter um primeiro evento cardíaco tome uma dose baixa de aspirina como forma de diminuir a inflamação, o que pode causar ataques cardíacos e derrames.

    Mas estudos recentes questionaram a segurança da aspirina diariamente, mesmo em baixas doses, e as diretrizes mais recentes recuam desse conselho. Tomar aspirina regularmente pode aumentar o risco de sangramento no trato intestinal, especialmente para pessoas vulneráveis, como aquelas com úlceras. Mas as novas diretrizes recomendam a aspirina somente depois que outros fatores de risco para doenças cardíacas - incluindo colesterol, pressão arterial, diabetes, tabagismo, peso e exercício - tenham sido abordados. A aspirina não deve ser recomendada para pessoas com mais de 70 anos, diz o novo conselho, já que o risco de sangramento supera qualquer benefício que o antiinflamatório de venda livre possa oferecer.

    Controle da diabetes tipo 2
    O novo conselho também assume uma posição mais forte no controle do açúcar no sangue e recomenda incorporar não apenas medicamentos de primeira linha como a metformina para tratar diabetes, mas também novas classes de medicamentos, como inibidores de SGLT-2 e agonistas do GLP-1R.

    Fique longe de e-cigarros
    Enquanto o conselho para parar de fumar é familiar, as novas diretrizes também abordam os perigos potenciais dos cigarros eletrônicos. As diretrizes não recomendam cigarros eletrônicos como uma estratégia para parar de fumar, e sim aconselham as pessoas a tentarem provar opções comprovadas, incluindo adesivos de substituição de nicotina ou medicamentos para parar de fumar.

    Considere o ambiente de um paciente
    As novas diretrizes colocam ênfase em alguns dos fatores não médicos que a pesquisa mais recente mostra que podem ser tão importantes, senão mais importantes, em afetar a saúde das pessoas. Estes incluem se as pessoas têm habitação estável e fontes de alimentos, bem como transporte para instalações de saúde. “Você precisa levar em conta as circunstâncias do paciente, bem como seus valores e objetivos, ao elaborar uma estratégia de prevenção. É uma abordagem mais racional ao paradigma do cuidado”, diz a Dra. Vera Bittner, professora de medicina da Universidade de Alabama em Birmingham.

    Mantenha a pressão arterial baixa
    As diretrizes continuam recomendando que a maioria das pessoas que ainda não tiveram problemas cardíacos mantenham a pressão abaixo de 130/80 mmHg, conforme as diretrizes de 2017 recomendam.

    Baixar o colesterol
    O novo conselho continua a recomendar que, a fim de reduzir o risco de um primeiro evento cardíaco, as pessoas devem modificar sua dieta, fazer exercícios e parar de fumar. Se os níveis de colesterol permanecerem altos, elas devem discutir com seus médicos se tomar estatina pode ajudar.

    Mantenha um peso razoável
    Os especialistas continuam a aconselhar as pessoas a manter seu peso recomendado comendo uma dieta rica em frutas, legumes, grãos e peixe e evitando açúcar e carnes processadas.

    Exercícios físicos regulares
    As novas diretrizes também indicam 150 minutos de atividade física de intensidade moderada por semana (ou 75 minutos de exercícios vigorosos) para manter um peso saudável e manter a pressão arterial baixa. Quanto mais exercício, maiores os benefícios, mas qualquer exercício, como mostram os estudos mais recentes, é melhor do que nenhum quando se trata de proteger o coração.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

      1. Home
      2. noticias
      3. conjunto de diretrizes para …

      Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.