alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Dormir por poucas horas é tão ruim quanto dormir excessivamente

    Os dados são provenientes do maior estudo já feito sobre o tema no mundo

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo publicação da mídia canadense Global News, uma pesquisa realizada pela Universidade Western sugere que ter noites de sono demasiadamente longas é tão maléfico quanto não descansar a quantidade de horas suficiente. 

    O levantamento foi feito pela instituição educacional, que fica em London, em Ontario, no Canadá, em junho de 2017 e envolveu mais de 40 mil pessoas ao redor do mundo. Os participantes preencheram um extensivo questionário antes de serem submetidos a uma série de testes cognitivos online.

    De acordo com os pesquisadores, os dados indicaram que dormir mais, ou menos do que o recomendado- 7 a 8 horas por noite- pode ter impacto significativo nas funções cerebrais.

    Segundo Dr. Conor Wild, um dos autores da pesquisa, o ponto chave é ter uma base regular. “Então se alguém dorme 11 horas todo dia por um mês, isso pode ter efeitos no cérebro, igualmente, a aqueles que dormem muito pouco tempo’’, coloca.

    Para o cientista, por exemplo, inúmeras pessoas, que dormiam quatro horas por noite, em média, apresentaram efeitos de alguém 10 anos mais velhos, em termos de performance, em alguns desses experimentos.

    O levantamento apontou que as habilidades de raciocínio e verbal são as mais afetadas por dormir demasiadamente ou de forma muito reduzida, enquanto, nesse caso, a performance da memória foi a menos atingida. 

    1. Home
    2. noticias
    3. dormir por poucas horas e tao

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.