alexametrics
Conectando

    Entenda a polêmica que envolve a atriz Catherine Deneuve

    Em publicação do jornal Le Monde, 100 mulheres criticam a onda de denúncias que surgiram com o movimento #MeeToo

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Você acha que que os homens deveriam ser "livres para flertar" com as mulheres? Esta foi a declaração da atriz francesa Catherine Deneuve, de 74 anos.

    Na última terça-feira, dia 9, o jornal Le Monde publicou uma carta, na qual 100 mulheres - inclusive Deneuve - criticaram o movimento que está ganhando força a partir dos escândalos de assédio, o chamando de novo “puritanismo”.

    “Estupro é crime, mas o flerte insistente ou desajeitado não é um delito nem o galanteio uma agressão machista [...] Homens têm sido punidos sumariamente, forçados e deixar seus trabalhos quando tudo o que fizeram foi tocar o joelho de alguém ou tentar roubar um beijo”, escreveram. Além de Deneuve, a escritora Catherine Millet, autora do bestseller “A Vida Sexual de Catherine M.”, também é uma 100 mulheres.

    A carta foi divulgada dois dias após várias atrizes vestirem preto na cerimônia do Globo de Ouro como forma de protesto contra a opressão e aos casos de assédio sexual que abalaram Hollywood recentemente. Como, por exemplo, o escândalo envolvendo o produtor americano Harvey Weinstein, acusado de assédio sexual, e até estupro, por dezenas de mulheres.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.