alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Especialistas chamam a atenção para a doença do implante mamário

    Muitas pacientes reclamam de sintomas como dores, cansaço e calafrios depois da cirurgia de implante de próteses mamárias.

    Placeholder - loading - news single img
    Enfermeira pronta para fazer cirurgia plástica (Foto: Pixabay)

    3547

    Publicada em  

    Especialistas chamam a atenção para a doença do implante mamário (BII, na sigla em inglês), que afeta pacientes que fizeram cirurgia para implante de próteses mamárias.  A condição traz sintomas como dor no peito, cansaço, calafrios, perda de cabelo, dor crônica, fotossensibilidade e distúrbios do sono. Em aproximadamente metade dos casos, a melhora do quadro só acontece após a remoção da prótese de silicone.

    Por isso, a Associação Britânica de Cirurgiões Plásticos Estéticos (BAAPS, na sigla em inglês) considera de extrema importância que as pessoas que procuram esse tipo de intervenção cirúrgica sejam informadas sobre a possibilidade de sofrer com o problema.

    “A doença do implante mamário não é algo que costumávamos sempre falar, mas as associações de cirurgia plástica começam a aconselhar isso. Acho que é uma coisa boa para que as pacientes tomem decisões mais informadas”, alertou Naveen Cavale, da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS, na sigla em inglês).

    Apesar de diversos casos, ainda não há evidências científicas o bastante para comprovar a correlação entre os sintomas descritos pelas pacientes e os implantes mamários. Por isso, especialistas explicam que, graças à falta de evidências, a doença ainda não faz parte de um diagnóstico médico. Cirurgiões pedem que sejam realizados mais estudos para elucidar a questão.

    Entre a comunidade médica, no entanto, há alguns céticos que não acreditam na existência da doença exatamente por esta falta de evidências científicas. Outros profissionais, por outro lado, admitem a falta de evidências, mas não conseguem ignorar os sintomas dos pacientes. “Para as minhas pacientes, a doença do implante mamário é muito real, e eu não tenho razão para duvidar. Mas para mim, como médico, não faz sentido científico”, destacou Cavale. 

    Ainda assim, com o número crescente de mulheres levantando a questão com seus cirurgiões, entidades de saúde pedem investigações para entender o problema.

    A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA, na sigla em inglês) informou recentemente que recebeu 1.586 relatórios de incidentes adversos relacionados às próteses de silicone entre 2014 e maio de 2019. No entanto, ainda não há qualquer orientação para que as mulheres removam o implante.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. especialistas chamam a …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.