Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Estudo alerta para um novo perigo das pílulas anticoncepcionais: a depressão

    Segundo levantamento, meninas que tomavam o medicamento estavam mais propensas a ter depressão na fase adulta.

    Placeholder - loading - news single img
    Cartela de anticoncepcional (Foto: Pixabay)

    Publicada em  

    As adolescentes que usam pílulas anticoncepcionais têm maior probabilidade de chorar, dormir demais e apresentar problemas alimentares, de acordo com um estudo recente publicado na revista médica JAMA Psychiatry. As informações são da rede norte-americana CNN.

    A pesquisa mostrou, inclusive, que as jovens que utilizam o medicamento são mais propensas a correr risco de depressão na idade adulta. Isso independentemente de continuarem tomando as pílulas quando envelhecem.

    Mas os pesquisadores do Brigham and Women's Hospital, do University Medical Center Groningen e do Leiden University Medical Center procuraram examinar algo mais sutil: sintomas depressivos, que incluem aumento do choro, sono demais, sentimentos de inutilidade e pensamentos suicidas.

    "Os sintomas depressivos são mais prevalentes que a depressão clínica e podem ter um impacto profundo na qualidade de vida", disse em um comunicado a coautora Hadine Joffe, vice-presidente de pesquisa em psiquiatria do Brigham and Women's Hospital.

    "O nosso é o primeiro estudo desta escala a aprofundar-se nos sintomas de humor mais sutis que ocorrem muito mais comumente do que um episódio de depressão, mas afetam a qualidade de vida e preocupam meninas, mulheres e suas famílias".

    Para este estudo, os pesquisadores analisaram 1.010 meninas e mulheres ao longo de um período de nove anos, usando dados de uma pesquisa em andamento na Holanda chamada TRAILS, pesquisa de rastreamento de vidas individuais de adolescentes. Eles avaliaram o uso de pílulas anticoncepcionais nas idades de 16, 19, 22 e 25.

    Os pesquisadores descobriram que as meninas de 16 anos que tomam pílulas anticoncepcionais relataram mais choro, mais sono e mais problemas alimentares do que as que não usavam a pílula, embora os sintomas diminuam quando entram na idade adulta.

    Pesquisadores não alertam contra a pílula

    Os autores escreveram que não podem dizer definitivamente que as pílulas anticoncepcionais causam sintomas depressivos. As pílulas podem contribuir para os sintomas depressivos, mas também é possível que as meninas comecem a tomar pílulas anticoncepcionais para tratar os sintomas que já estão enfrentando.

    "Por causa do desenho do estudo, não podemos dizer que as pílulas causam mudanças de humor, mas temos evidências sugerindo que, às vezes, as mudanças de humor precedem o uso da pílula e, às vezes, a pílula foi iniciada antes que as mudanças de humor ocorressem", de Disse Wit.

    Os pesquisadores também observam que seu estudo analisou apenas meninas e mulheres na Holanda - uma população relativamente homogênea. Um grupo mais diversificado pode produzir resultados diferentes.

    As descobertas não significam necessariamente que as adolescentes não devem tomar pílulas anticoncepcionais, escreveram os pesquisadores. A pílula pode ter todos os tipos de benefícios para as meninas, desde a prevenção da gravidez até o alívio dos sintomas menstruais. Mas os sintomas depressivos podem levá-los a tomar a pílula e arriscar gravidezes indesejadas ou afetar sua qualidade de vida. Por esse motivo, é importante ficar de olho nesses sintomas, escreveram os autores.

    1. Home
    2. noticias
    3. estudo alerta para um novo …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.