alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Estudo americano apontou que a nicotina pode aumentar o abuso de álcool

    Ambos os vícios, de fumar e beber, são bastante prejudiciais à saúde.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Em um estudo feito nos Estados Unidos, cientistas identificaram que jovens expostos regularmente à nicotina ficam mais propensos a ingerir bebidas alcoólicas em excesso. Segundo artigo divulgado na revista Cell Reports, uma mudança em mecanismos cerebrais explica isso.

    De acordo com John Dani, principal autor do estudo e pesquisador da Universidade da Pensilvânia, estudos anteriores já indicavam que a exposição à nicotina durante a adolescência levava à maior probabilidade do abuso do álcool, mas as razões para isso não eram conhecidas. E testes em animais auxiliaram a responder essa questão – e as respostas podem impulsionar avanços terapêuticos.

    Experimento

    Os pesquisadores administraram nicotina em camundongos adolescentes e adultos. Os animais tinham à disposição uma alavanca que, ao ser acionada, liberava uma bebida alcoólica. Ao longo do experimento, os roedores adolescentes passaram a empurrar a alavanca mais vezes quando comparados aos que não foram expostos à nicotina e os adultos.

    Conforme conta John Dani, nos ratos jovens, o contato com a nicotina alterou a função inibitória do circuito mesencefálico, que é mediado pelo neurotransmissor Gaba. “Mostramos que algumas conexões específicas do circuito inibitórios se tornam menos inibitórias ao álcool, se tornando conexões excitatórias, devido a alterações em sinais específicos de Gaba”, explica o cientista.

    Essas alterações neuronais ocorrem a longo prazo e foram causadas por um decréscimo na função de um transportador de cloreto denominado KCC2, localizado em neurônios do mesencéfalo. E esse pode ser o caminho para conter a dependência.

    “A boa notícia é que encontramos uma molécula crítica, a KCC2, que é um transportador de íons que regula a excitabilidade neuronal. Esse transportador pode ser um alvo para terapias destinadas a ajudar bebedores abusivos a diminuir o uso da bebida”, diz John Dani.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. estudo americano apontou que …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.