alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Evite brinquedos eletrônicos, alertam especialistas do exterior

    O melhor é encontrar itens que estimulem diversas habilidades do pequeno

    Placeholder - loading - news single img

    1530

    Publicada em  

    De acordo com publicação da Agência Internacional de Notícias Reuters, todos os brinquedos que propiciam interações digitais e aplicativos de celular feitos para pequenas crianças são os tipos de presente que os pais devem tirar da lista de natal. Essa é a opinião de pediatras dos Estados Unidos.

    Isso porque somente deixar as crianças em frente a tevê, oferecer um tablet e celulares para jogar, por exemplo, não proporcionam interatividades essenciais para o desenvolvimento nessa fase da vida, aponta um relatório clínico publicado recentemente pela Academia Americana de Pediatras.

    “Brinquedos físicos (e livros) dão suportes, como o verbal, rico em interações e possibilitam um tempo de qualidade para os pais, cuidadores e crianças,” diz um dos coautores do relatório, Dr. Alan Mendelsohn, da Escola de Medicina da Universidade de Nova York e do Hospital Bellevue.

    “O mesmo não acontece ao optar por brinquedos eletrônicos, que, inclusive, podem impedir essas interações’’, coloca Mendelsohn.

    Ainda de acordo com ele, não há nenhuma evidência, mesmo que pequena, que o tempo gasto atrás das telas pode beneficiar crianças de 2 anos ou menos.

    Antes disso, os bebês não devem usar esses itens, tanto faz, se é televisão, jogos digitais ou brinquedos, indica a associação do exterior.

    Muito frequentemente, pais cometem o erro de fornecer tais objetos aos filhos pequenos acreditando que isso pode ser educativo, observam os estudiosos no relatório.

    ''Um dos propósitos das brincadeiras, no caso de crianças bem novinhas, é ser um momento de interações calorosas com os cuidadores e a atividade ajuda o público a desenvolver habilidades sociais, emocionais e de comportamento’’, assinalam os médicos.

     

    O ideal, então, é que os pais escolham brinquedos que não super estimulem e sim encorajem os pequenos a usarem a imaginação.

    Os brinquedos podem até mesmo ser feitos com materiais disponíveis em casa.  Segundo a expertise dos profissionais, pode ser mais fácil do que se imagina, pois, não é  necessário gastar muito para auxiliar os filhos a se desenvolverem, o simples pode ser o melhor.

     

    1. Home
    2. noticias
    3. evite brinquedos eletronicos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.