alexametrics
Conectando

    Foram tirados mais de US$ 7 milhões da artista e de outros famosos

    Ex-empresário de Alanis Morissette assume ter roubado cantora

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    O ex-empresário de Alanis Morissette, Jonathan Todd Schwartz, assumiu ter roubado mais de 7 milhões de dólares da cantora e de outros artistas. Ele foi acusado de fraude e sonegação de impostos em maio de 2016.

    Schwartz admitiu ter roubado cerca de 5 milhões de dólares de Alanis entre maio de 2010 e janeiro de 2014, listando os saques como despesas pessoais para encobrir o crime.

    Ele ainda confessou ter tirado 2,3 milhões de dólares de outros cinco clientes que não foram revelados nos documentos.

    O acordo que seus advogados fizeram prevê uma sentença entre quatro e seis anos de punição, mas o juiz pode condená-lo a até 23 de encarceramento.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.