Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Garoto com deficiências inspira artistas em todo o mundo

    Apesar de várias deficiências graves, Noah Jones, de 12 anos, tornou-se um sucesso no cenário artístico britânico

    Publicada em  

    Transcrito:

    Nathan (sem identificação): “Ele adora ser o Background Bob, esse se tornou seu novo nome em casa. Você pode notar como ele reage quando é chamado de Background Bob. Ele adora toda a atenção”.

    Noah Jones, de 12 anos, atende pelo apelido de Background Bob. Ele é uma inspiração para artistas em todo o mundo. Noah pinta quadros, apesar de várias deficiências graves. Seu pai, Nathan, o ajudou a iniciar sua carreira no ano passado, durante o lockdown.

    Nathan (sem identificação): “Fomos até a garagem, encontramos um papelão velho e começamos a pintá-lo. Tenho muitos amigos artistas. Pensei em divulgar apenas como diversão, para ver se alguns artistas colaborariam com essas pinturas. E, no final do primeiro dia, tínhamos 45 artistas já envolvidos, e tudo cresceu a partir daí”.

    Noah e o pai criam cenários. Outros artistas então adicionaram seus designs. Noah não consegue falar, mas ele consegue comunicar o que deseja fazer.

    Nathan (sem identificação): “É muito importante que ele escolha a cor. Eu mostro duas cores. Qualquer uma que ele olhar, usando um olhar fixa, é a cor. Então eu molho um pincel, e ele faz sua mágica. Às vezes, no papelão, às vezes não. É cansativo para ele. Às vezes, ele está pintando muito bem, e então seu braço se move, e a tinta vai para todo lado”.

    Uma exposição e um livro foram dedicados ao Background Bob. A ilustradora Frankie Curtis não está surpresa com o sucesso de Noah.

    Frankie Curtis (sem identificação): “Acho que a arte de Noah é muito expressiva, ele não se impõe limites nem fronteiras. Ele pinta todas essas formas e padrões e realmente se expressa com isso”.

    O projeto aproximou ainda mais Noah e Nathan.

    Nathan (sem identificação): “Fazemos um grande alarde para tirar todas as tintas, fazemos muita bagunça e sempre nos metemos em problemas, o que faz parte da diversão. Não tenho nenhuma roupa sem tinta. Você nem sempre tem que sonhar grande. Às vezes, basta sonhar pequeno, e essas pequenas coisas podem se tornar grandes”.

    Veja também:

    Barcos elétricos: Luxo e diversão com sustentabilidade

    A escalada da pandemia no Brasil

    Escrito por DW

    Últimas Notícias

    1. Home
    2. noticias
    3. garoto com deficiencias …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.