Capa do Álbum: Antena 1
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
Antena 1
    Veja todas as Notícias.

    Governo Doria faz alterações nos critérios de flexibilização da quarentena

    Modificação na taxa máxima de ocupação de leitos de UTI facilita retomada econômica no Estado de São Paulo

    Placeholder - loading - news single img
    Anúncio foi feito pelo governador João Doria em coletiva de imprensa/Foto: Divulgação

    Publicada em  

    O governador de São Paulo João Doria anunciou nesta segunda-feira (27) novas mudanças nos critérios de classificação das regiões do Plano São Paulo, medida estabelecida para controlar a flexibilização da quarentena no estado. As alterações começam a valer a partir de sexta-feira (31). 

    Veja também: Mais de 50% das empresas vão manter mudanças adotadas na pandemia, diz estudo da FGV

    Um dos principais critérios modificados foi a taxa máxima de ocupação de leitos de UTI necessária para que as cidades avancem da fase laranja (mais rigorosa) para a amarela – passou de 70% para 75% – e da amarela para a verde. Neste último caso, ainda não está determinado se serão mantidos os 75% da fase anterior. Antes das mudanças, o número era de 60%.

    Como a taxa de ocupação de leitos hospitalares é o principal critério usado para abrandar ou afrouxar as restrições nas cidades, as mudanças, na prática, facilitam a retomada econômica em meio à pressão de empresários e alguns prefeitos de São Paulo. Em coletiva à imprensa realizada ontem (27), Doria afirmou que “o objetivo é aprimorar o plano para torná-lo mais eficiente e adequado à realidade que vivemos na pandemia”, chamando as alterações de “calibragem técnica”.

    Atualmente, a taxa de ocupação de UTIs é de 66,2% na cidade de São Paulo, o que teoricamente viabilizaria a passagem para a fase verde, que permite uma maior flexibilização das medidas de isolamento social. Segundo a secretária de desenvolvimento econômico, Patrícia Ellen, porém, a capital não atende ao novo limite de internações e mortes. Agora, para migrarem da fase amarela para a verde, as regiões também não poderão ter mais de 30 a 40 internações a cada 100 mil habitantes e de 3 a 5 óbitos a cada 100 mil habitantes. 

    Ontem (27), o estado de São Paulo atingiu um total de 487.654 casos de Covid-19 e 21.676 óbitos pela doença. A taxa de ocupação das UTIs do estado é de 65,7%. Na Grande São Paulo, o número é de 63,3%. Entre 19 e 25 de julho, o número de óbitos caiu 27% na capital paulista e 4% no estado, enquanto um aumento de 16% nas mortes foi registrado no interior no mesmo período.  

    1. Home
    2. noticias
    3. governo doria faz alteracoes …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.