alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Leitura compartilhada pode amenizar dor crônica, segundo cientistas

    Pesquisa ainda está sendo desenvolvida numa Universidade Britânica

    Por Redação

    Placeholder - loading - news single img

    Sessões de leitura em grupo podem amenizar dor crônica, que além de transtornos físicos, pode causar danos emocionais. A técnica pode funcionar como apoio emocional e ajuda a amenizar os impactos psicológicos, segundo cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido.


    Pacientes testaram esse metódo e apresentaram melhora. Para os pesquisadores, esses resultados podem auxiliar na criação de um novo tratamento. Essa enfermidade atinge 60 milhões de brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira para Estudos da Dor.

     
    Os voluntários estavam sendo tratados em um hospital no Reino Unido. Metade dos participantes realizou uma terapia cognitiva-comportamental durante 5 semanas de sessões individuais. A outra metade fez  um tratamento mais longo que durou 22 semanas, o qual consistia na leitura compartilhada. Durante as leituras, haviam pausas, nas quais os pacientes podiam discutir o texto lido, eles eram encorajados a refletir sobre o material. Expressando os pensamentos e memórias que aquela leitura havia despertado em cada um deles,  associando  aquele material com o cotidiano.


    Na conclusão do trabalho, os cientistas perceberam que os voluntários do primeiro grupo mostraram-se centrados apenas na dor que enfrentavam. Já os particiantes do segundo agrupamento fizeram um tratamento mais profundo e refletiram sobre experiências de vida. Segundo os cientistas, o emprego desse tipo de técnica leva a uma recuperação “por inteiro”, ou seja, não foca apenas na enfermidade por si só.

    Ao finalizar a etapa de terapia cognitiva, o primeiro grupo começou a frequentar a leitura em grupo, e com isso, obtiveram melhores resultados.


    Quem possui dor crônica, no geral,  se trata através da terapia cognitivo-comportamental, utilizando métodos  não medicamentosos, atividades como fisioterapia, psicanálise, neuropsicológica. Esse estudo revela uma outra possibilidade complementar o uso da ferramenta da leitura que auxilia o paciente a lidar com a dor de uma maneira diferente. Segundo especialistas, dessa forma é possível aguçar a sensibilidade do paciente, o que pode estimular o corpo a não sentir dor.

    A pesquisa está sendo desenvolvida, e os benefícios da leitura em grupo em relação à dor crônica ainda estão sendo avaliados. Mas, de antemão, para especialiastas brasileiros, a leitura pode ajudar em diversos tratamentos, não somente serve para esse tipo de enfermidade, mas, também, auxilia no tratamento contra a depressão.

    1. Home
    2. /
    3. noticias
    4. /
    5. leitura compartilhada pode …
    6. /

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.