alexametrics
Conectando

    Através de aplicativo, o criador do Facebook desenvolveu sistema inteligente capaz entender e seguir comandos

    Mark Zuckerberg cria mordomo-robô semelhante ao Jarvis, do Homem de Ferro

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Na trilogia Homem de Ferro, o personagem Tony Stark possuiu um sistema automatizado de inteligência artificial capaz não só de controlar as funções de sua poderosa armadura, mas também de controlar a residência inteira do herói. Mark Zuckerberg, criador do Facebook, decidiu se inspirar no famoso mordomo-robô para a sua mais nova invenção.

    Em menos de duas semanas para o final do ano, o CEO do Facebook concluiu o desenvolvimento de seu próprio Jarvis. Para isso, ele utiliza um chatbot do Messeger, aplicativo para iPhone que entende comandos de voz, e a câmera frontal de sua casa para interagir com o robô.

    O servidor que centraliza e processa todos os comandos conta com tecnologias de reconhecimento de fala, processamento de linguagem e reconhecimento facial. Através do aplicativo, é possível controlar a temperatura do ambiente, apagar e acender luzes e até mesmo pedir para tocar músicas. O sistema, inclusive, reconhece quem está fazendo o comando e identifica os seus gostos e preferências.

    A câmera da entrada pode reconhecer os rostos dos visitantes que chegam à casa dos Zuckerberg. O sistema checa em uma espécie de carômetro digital o rosto da pessoa, permitindo ou não a sua entrada. Mark Zuckerberg não quer, no entanto, que sua criação se limite a fazer ações básicas como abrir ou fechar portas. Ele pretende que Jarvis tenha a capacidade de aprender sozinho, ultrapassando os limites de um simples sistema automatizado.

    O próximo passo é tornar a criação mais acessível, criando uma versão do app para o sistema Android e, posteriormente, descobrindo maneiras de disponibilizar o sistema para o mundo.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.