alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Medicamento já existente pode ser novo tratamento para o Alzheimer

    O medicamento é utilizado em pacientes com HIV.

    Placeholder - loading - news single img

    70

    Publicada em  

    Um novo estudo, publicado na revista Nature, sugere que um medicamento já existente, usado em pacientes com HIV, pode ser usado no tratamento do Mal de Alzheimer.

    Segundo os resultados, tanto o vírus HIV quanto o Alzheimer utilizam mecanismos parecidos para se manifestar no organismo. A associação poderia abrir uma alternativa inédita para desenvolvimento de uma estratégia de tratamento. 

    Atualmente, não existe cura para o Alzheimer, os tratamentos existentes consistem na prescrição de remédios que apenas ajudam a amenizar os sintomas. No Brasil, existem quatro medicações disponíveis tanto nas farmácias quanto na rede pública de saúde: rivastigmina, donepezila, galantamina e memantina.

    Pesquisadores também fizeram uma outra descoberta interessante: idosos infectados com HIV que utilizam anti-retrovirais tendem a não desenvolver Alzheimer.  A explicação está no fato de que a terapia inibe a enzima transcriptase reversa, que também aparece no processo de desenvolvimento do Alzheimer. 

    A partir das descobertas, os pesquisadores acreditam que, no caso de pacientes com a doença neurodegenerativa, o bloqueio da enzima poderia se tornar uma nova forma de impedir o avanço da doença. Se comprovada a eficiência dos anti-retrovirais para o Alzheimer, os pacientes poderiam contar com mais um remédio capaz de promover a melhoria da qualidade de vida.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. medicamento ja existente pode …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.