alexametrics
Conectando

    Em 1989, o músico procurava algum lugar onde não fosse reconhecido

    Morten Harket relembra de quando tentou se esconder no Acre; entenda

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Em autobiografia de Morten Harket, vocalista do A-ha, o músico conta que, em 1989, após o lançamento do hit “Take On Me”, procurava por um local onde não fosse reconhecido. Ao olhar o mapa, o músico escolheu o Acre, por acreditar ser afastado e isolado de todos.

    Na época, o grupo havia feito suas primeiras apresentações no Brasil, na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, e também no antigo Palestra Itália, em São Paulo. Aproveitando essa passagem, o cantor alugou um avião com mais dois amigos e voou para o meio da Floresta Amazônica.

    No livro, Morten conta que, no dia seguinte, contrataram um guia para acompanhá-los. “Seu nome era Jefferson. Ele convidou nós três para uma refeição em sua casa, para discutir a nossa visita”, escreveu Harket. “Assim que terminamos de comer, Jefferson quis ampliar sua generosidade como anfitrião: debruçando-se sobre a mesa, perguntou se eu gostaria de ficar com sua mulher à noite. Jefferson não entendia minha recusa. ‘Ela é muito boa’, ele insistia, oferecendo de novo toda vez que eu recusava”, escreveu o vocalista.

    Até então, ele ainda não havia sido reconhecido. Entretanto, o sossego acabou quando avistou um grupo de pessoas vindo em sua direção. “O calafrio percorreu minha espinha. Escutei ruídos surdos de passos e gritos histéricos e vi um grupo de trinta, quarenta, cinquenta mulheres correndo em nossa direção [...] Tudo o que tinha atrás de mim era o rio. Não tinha como escapar. Naquele momento me pareceu que não restava mais nenhum lugar para ir”, revelou ele.

    Ao longo da biografia, Morten fala sobre sua carreira e também vida pessoal. A obra, intitulada “My Take On Me”, acaba de ser lançada no Brasil pela Faro Editorial.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.