alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Muitos pais ainda acreditam em mitos para prevenir resfriados, aponta estudo do exterior

    Consumir vitaminas e suplementos, por exemplo, não é o comportamento mais adequado

    Placeholder - loading - news single img

    Publicada em  

    A pesquisa, divulgada pela rede norte-americana CNN, mostrou que quando o assunto é prevenir resfriados e gripes, muitos adultos ainda possuem uma concepção formada por conselhos que foram passados por seus pais e avós.

    Para evitar a doença, 7 em cada 10 pais entrevistados em um novo estudo disseram usar estratégias com pequena ou nenhuma prova científica, como falar aos pequenos para não sair na rua com o cabelo molhado. Esse foi o achado de pesquisadores do hospital de Michigan, nos Estados Unidos. A equipe conversou com mais de mil pais com crianças entre 5 e 12 anos. 


    Os adultos, também, estão usando métodos baseados na ciência para prevenir esse tipo de enfermidade, como lavar as mãos, ter higiene pessoal, evitar o contato com quem está doente e ter hábitos de limpeza em casa. Porém 70% ainda relatou acreditar em meios folclóricos para combater isso, e outros 51% disseram confiar no consumo de multivitaminas e suplementos, que não foram apresentados pela ciência como eficazes para a prevenção de resfriados em crianças.

    Veja, algumas estratégias descritas na pesquisa:

    Mito- Sair na rua com o cabelo molhado pode fazer você ficar doente

    A realidade é sair sem secar o cabelo não pode fazer o pequeno ficar enfermo. A Doutora Katherine Williamson, pediatra em Orange County, Califórnia, e porta-voz da Academia Americana de Pediatria, explica que para pegar um resfriado, a criança deve estar exposta a um agente infeccioso, e embora o cabelo molhado deixe o ser humano mais ‘frio’, isso não atrai ou faz ele estar mais suscetível aos agentes infecciosos responsáveis por um resfriado comum. 


    Mito- ficar exposto a um ar gelado pode te fazer ficar resfriado

    Por mais que estar exposto ao ar frio coincide com o tempo do ano em que há pico de resfriados, Williamson diz que essa correlação não significa que um ocasiona o outro, já que é necessário estar exposto ao vírus para contrair o resfriado.

    Segundo a Doutora Sorana Segal-Maurer, quando o tempo está frio, no geral, o ser humano faz atividades dentro de algum local fechado, onde o ar é reciclado e a pessoa acaba com frequência estando perto de alguém com o vírus. Isso é fato!


    Mito- Ingerir multivitaminas e suplemento podem prevenir o resfriado


    Para o especialista em doenças infecciosas pediátricas do hospital da criança na Philadelphia, nos Estados Unidos, se o público infantil é saudável e come uma dieta balanceada não precisa de suplementação adicional. Afinal, nunca houve comprovação científica, então, nesse caso, os pais podem economizar um pouco de dinheiro.

    1. Home
    2. noticias
    3. muitos pais ainda acreditam …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.