alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    O hábito de fumar traz prejuízos também à pele

    Além de prejudicar o coração e os pulmões, o vício pode afetar o maio órgão do corpo humano: a pele.

    Placeholder - loading - news single img

    32

    Publicada em  

    Que o hábito de fumar faz mal aos pulmões e ao coração já se sabe, mas o tabagismo pode prejudicar também a pele. “É um hábito que causa dano oxidativo ao organismo e liberação de radicais livres. Tomar sol em excesso e estresse são fatores que aumentam a produção de radicais livres”, explica Alessandra Romiti, Coordenadora do Departamento de Cosmiatria Dermatológica da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Os radicais livres são moléculas produzidas pelo corpo que reagem com outros componentes e causam envelhecimento da pele.

    A seguir, alguns danos que o cigarro causa à pele:

    1. Linha de expressão ao redor da boca

    As marcas são uma consequência da repetição de movimentos dos músculos do rosto ao tragar. O efeito é o mesmo de quem tem o hábito de franzir a testa para enxergar contra o sol.

    2. Ressecamento

    A maior produção de radicais livres inibe a produção de colágeno, proteína importante para hidratar e dar elasticidade à pele. Outro motivo para a secura da pele é a diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos, a chamada vasoconstrição. O transporte de substâncias importantes para a pele, assim, torna-se mais difícil.

    3. Dificuldade de cicatrização

    Outra consequência da vasoconstrição e do aumento de radicais livres é a diminuição da capacidade de regeneração da pele. Elementos que auxiliam na recuperação da pele não encontram o caminho em meio a vasos finos.

    Por isso, os cirurgiões estéticos costumam recomendar aos pacientes prestes a se submeter a algum procedimento que parem de fumar. “Em geral se exige que o paciente fique sem fumar durante algumas semanas, para facilitar a cicatrização”, conta a dermatologista Juliana Piquet, membro efetivo da SBD e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

    4. Manchas

    As manchas amareladas que aparecem principalmente na ponta dos dedos são resultado da impregnação da nicotina no local. “O cigarro vai ficando pequeno, e o calor bem próximo da pele causa uma alteração de coloração não só na ponta dos dedos, mas também nas unhas, que ficam completamente impregnadas”, afirma Aline Pinheiro, médica dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

    5. Celulite

    São várias as causas da celulite, mas o cigarro aumenta a possibilidade de ela aparecer. E a piora da circulação sanguínea explica isso. A drenagem de toxinas é prejudicada, o que deixa o líquido que fica entre as células mais viscoso, facilitando a formação dos depósitos de gordura.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 no Facebook!

      1. Home
      2. noticias
      3. o habito de fumar traz …

      Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.