alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    O que é bom para a pele de um bebê?

    Dermatologistas da Argentina trazem uma série de recomendações

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo os profissionais da Argentina, é normal que os pais tenham dúvidas referentes à derme tão delicada do neném. Questões como quando começar usar o protetor solar e a utilização do repelente são algumas delas. E também, surgem questionamentos relativos a melhor forma de higienizar o pequeno.

    Por exemplo, para a equipe de dermatologia da Dove, da Argentina, o banho ideal de um bebê deve durar em média de 5 a 10 minutos para proteger a pele do pequeno da hiper-hidratação. Nessa faixa-etária, o banho, inclusive, é mais relevante para a criação de hábitos do que para a limpeza propriamente dita.

    Em termos de higiene, é válido lembrar que os bebês são mais suscetíveis a perda de lipídios do que um adulto. Por isso, banho apenas com água não é o indicado, a criança poderia ficar com uma dermatite atópica infantil. O ideal é usar produtos que não modifiquem o pH e não tenham substâncias que causem irritação.

     

    Aliás, de acordo com os dermatologistas do exterior, tanto o repelente quanto o protetor solar não podem ser usados desde o nascimento. Em relação ao filtro, apenas os maiores de seis meses podem usá-lo, e desde que seja um produto realmente voltado ao bebê. Aliás, a melhor proteção contra o sol é evitar a exposição direta.

    Já quanto aos repelentes, esse é um assunto mais polêmico, a Associação Americana de Pediatria para evitar as picadas do mosquito da dengue, por exemplo, autoriza o uso do produto desde que tenha menos de 30% de dietiletiltoluamida (DEET).



    Porém, se o pequeno tem a pele muito sensível, o melhor é buscar um dermatologista pediátrico. Muitas vezes, dependendo da faixa-etária, recomenda-se passar o

    protetor solar primeiro, e logo depois o repelente, nunca em aerosol.

     

    Outra dica é não utilizar produtos antibacterianos.

    Aliás, ainda de acordo com a expertise dos especialistas internacionais, nem sempre os itens orgânicos são os mais indicados para os bebês, sobretudo, porque, há muitas plantas e ervas que são capazes de causar irritação a peles mais sensíveis como a desse público. Então, fique atento a composição.

    1. Home
    2. noticias
    3. o que e bom para a

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.