alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Parar de comer fast-food causa efeitos semelhantes aos da abstinência

    No entanto, estes sintomas passam em alguns dias e é importante insistir em uma dieta mais saudável.

    Por Letícia Furlan

    Placeholder - loading - news single img

    Um estudo publicado na revista Appetite constatou que parar repentinamente de comer fast-food causa um efeito semelhante ao da abstinência experimentada por pessoas viciadas em substâncias químicas.

    Segundo dados dos Centros de Dependência Americana, os sintomas mais comuns da abstinência são dores de cabeça, irritabilidade, ansiedade e, às vezes, até depressão. São estes efeitos que tornam as pessoas mais suscetíveis às recaídas.

    Os pesquisadores analisaram o comportamento de 231 participantes que tentaram reduzir ou cortar alimentos como bolos, pizza e batatas fritas. Os resultados, baseados em relatos dos próprios voluntários, mostraram que a pior fase foi entre o segundo e o quinto dia de abstinência – quando demonstraram sintomas físicos e psicológicos mais intensos, como tristeza, irritabilidade, cansaço e desejo.

    “As implicações do estudo sugerem que os sintomas de abstinência podem tornar as mudanças na dieta desafiadoras, contribuindo para que as pessoas voltem aos maus hábitos alimentares”, disse Ashley Gearhardt, co-autora da pesquisa.

    Apesar da descoberta ser bastante interessante, o estudo apresenta limitações, como não ter observado como cada participante eliminou os alimentos processados da dieta.

    E é importante salientar: mesmo com o risco de experimentar os sintomas de abstinência (que não duram para sempre e passam em alguns dias) é recomendado abandonar a dieta gordurosa e iniciar uma alimentação balanceada para evitar riscos de saúde.

    Para ler mais notícias, curta a página Antena 1 News no Facebook!

    1. Home
    2. noticias
    3. parar de comer fast food …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.