alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Pesquisadores americanos estão criando robô com nova capacidade

    A tecnologia é capaz de fazer certos movimentos com destreza, semelhante ao ser humano

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Os indivíduos têm a capacidade de executar movimentos finos com controle e aptidão, como por exemplo, usar uma tesoura ou um lápis. Essa habilidade, chamada motricidade fina, é adquirida na infância. Isso permite que uma pessoa pegue um objeto e o manipule mesmo sem ter visualizado o item anteriormente. Agora, cientistas do renomado Instituto de Tecnologia de Massachusetts estão desenvolvendo uma máquina que possa realizar tal feito.

    Durante um longo período, os aparelhos desse tipo eram capazes de manipular um mesmo objeto uma ou outra vez. Graças aos avanços da Inteligência Artificial, eles podiam fazer distinções básicas, mas nunca compreenderam realmente as formas.

    Segundo os estudiosos, eles desenvolveram um sistema que possibilita aos robôs inspecionar objetos aleatoriamente e compreender os materiais visualmente, com isso, a máquina poderia manipular tudo sem sequer ter visto isso antes.

    "Redes de Objetos Densos" focam nos objetos como coleção de pontos que servem como um tipo de"mapa de rota visual". Por conta desse direcionamento, as máquinas podem compreender e manipular melhor os elementos. O que ainda propicia, ao robô, inclusive, recolher um objeto específico em meio a um monte de equipamentos semelhantes.

    A tecnologia pode ser utilizada para que um robô pegue um item por um lugar específico, como, por exemplo, um tênis pela língua.

    No geral, o sistema pode ser útil para as fábricas. Outra potencial aplicação seria nas residências. Por exemplo, ao fornecer ao sistema uma imagem de um lar ordenado, o robô poderia ajudar a deixar a casa limpa e organizada, enquanto os donos estivessem no trabalho. Ou até mesmo usar uma imagem de pratos para que o sistema passe a guardar o material por conta própria, enquanto o usuário realiza outra tarefa. Porém, é importante ressaltar que tudo ainda está sendo aprimorado.

    A equipe deve apresentar o sistema nos próximos dias, na Conferência sobre Aprendizagem de Robótica em Zurique, na Suíça.

    1. Home
    2. noticias
    3. pesquisadores americanos …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.