Capa do Álbum: Antena 1
A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASILANTENA 1
    Veja todas as Notícias.

    PODCAST DO ARTISTA - ANTENA 1 - PETER CETERA (07/09/2020)

    O PODCAST SOBRE A VIDA E A CARREIRA DO SEU ARTISTA FAVORITO DE UMA MANEIRA DESCONTRAÍDA

    Placeholder - loading - news single img
    Podcast Antena 1 - Artistas. Podcast sobre a vida e a carreira do seu artista favorito. Crédito da imagem: Antena 1

    Publicada em  

    Confira no podcast tudo sobre o seu artista favorito com uma seleção das melhores músicas!

    Transcrito:

    [00:00:00] Antes de começar esse episódio:

    [00:00:02] Por que não se hidratar com água Rocha Branca?

    [00:00:05] Nos dias mais quentes, não esqueça de ingerir a quantidade adequada de água para o seu organismo. Rocha Branca: da fonte direto para sua casa.

    [00:00:11] Você está no Podcast do Artista.

    [00:00:34] Aqui você acompanha tudo sobre a vida e carreira do seu artista favorito e ainda confe curiosidades por trás dos palcos e seus grandes hits de sucesso.

    [00:00:55] Mais conhecido por sua carreira como baixista e vocalista da banda estadunidense Chicago, Peter Cetera nasceu em treze (13) de setembro de mil novecentos e quarenta e quatro (1944), em Windy City, nos Estados Unidos.

    [00:01:08] De família polonesa, tinha seis (6) irmãos.

    [00:01:10] Todos aprenderam a harmonizar ainda na infância, cantando em corais domésticos.

    [00:01:16] O primeiro instrumento de Peter foi o acordeão – conhecido no Brasil como ‘sanfona’ ou ‘gaita’ –, mas, assim que assistiu seu primeiro show de rock enquanto cursava o ginásio, decidiu economizar dinheiro para comprar uma guitarra.

    [00:01:31] Foi esse mesmo concerto musical que influenciaria o jovem a desistir do seminário, onde havia ingressado há pouco tempo.

    [00:01:40] Na época, decidiu que queria fazer do talento musical uma carreira.

    [00:01:44] O primeiro grupo que contou com a participação de Peter foi o “The Exceptions”, onde ficou até mil novecentos e sessenta e sete (1967). 

    [00:02:30] Depois, passou a fazer parte da banda “The Big Thing”, que mais tarde seria renomeada com o título “Chicago Transit Authority” e, por fim, “Chicago”.

    [00:02:39] Até meados de mil novecentos e sessenta e nove (1969), Peter assumiu os vocais e o baixo nas apresentações do grupo.

    [00:02:46] Em maio daquele ano, no entanto, um episódio traumatizante daria novos rumos à sua participação na banda: o músico foi atacado junto com um amigo por três (3) homens durante um jogo de baseball, o que o levou a passar vários dias na UTI por conta de uma fratura no maxilar.

    [00:03:14] O motivo do ataque violento teria sido o fato de Peter e seu amigo terem cabelos compridos à época. 

    [00:03:20] Enquanto se recuperava de seus ferimentos em casa, o músico acompanhou de perto a teletransmissão do primeiro pouso do homem na lua, em julho de mil novecentos e sessenta e nove (1969). 

    [00:03:33] O acontecimento inspiraria “Where Do We Go From Here” (“Para onde vamos a partir daqui?”, em tradução livre), a primeira composição de Peter para a banda.

    [00:03:43] Dali para frente, ele estaria por trás da autoria de vários sucessos do Chicago, como “If You Leave Me Now”, que se tornou o primeiro single do Chicago a ocupar o primeiro lugar nas paradas norte-americanas.

    [00:04:00] Caracterizada por letras de rock romântico, a banda também ficou conhecida pelos hits “25 or 6 to 4”, “Does Anybody Really Know What Time It Is”, “Saturday in the Park” e “Feelin’ Stronger Every Day”. 

    [00:04:03] Em mil novecentos e oitenta e um (1981), o cantor gravou seu primeiro álbum solo, mas não alcançou grande sucesso, o que o levou a permanecer como membro da Chicago, onde ficaria até julho de 1985, quando decidiu romper definitivamente com o conjunto, com a justificativa de que estava cansado de fazer turnês no estilo jazz-rock.

    [00:05:29] À época, Bill Champlin, cantor e multi instrumentalista do Chicago, relatou que Peter já estava há muitos anos pensando em sair da banda, alegando que queria um contrato do tipo Phill Collins/Genesis, ou seja, que, ao invés de Chicago, a banda se apresentasse como “Peter Cetera e Chicago”, o que não foi aceito pelos demais integrantes do grupo. 

    [00:05:41] Após a separação, ele foi convidado a participar da trilha sonora do filme Karatê Kid II, dando origem à faixa “Glory Of Love”, que atingiu o primeiro lugar nas paradas musicais no verão de 1986 e mais tarde seria indicada a um Grammy e um Oscar.

    [00:05:44] O sucesso da música também levou a um dueto com a cantora Amy Grant, de onde saiu a canção “The Next Time I Fall”.

    [00:05:48] Nos anos seguintes, Peter também faria uma série de duetos de sucesso com artistas como a ex-vocalista do ABBA, Agnetha Faltskog; Cher, Chaka Khan, Crystal Bernard e Ronna Reeves.

    [00:05:56] Lançado em 1986, o segundo álbum solo e primeiro desde sua saída da banda Chicago, “Solitude/Solitaire”, rendeu ao cantor uma indicação ao Grammy de melhor vocalista masculino.

    [00:06:21] Dois anos depois, lançou o disco “One More Story”, de onde saiu o sucesso “One Good Woman”.

    [00:06:34] Após um longo período afastado em função do divórcio da esposa Diane Nini, Peter lançou o álbum “World Falling Down”, em mil novecentos e noventa e dois (1992), com faixas que tratavam dos problemas enfrentados ao término de um relacionamento, como a famosa “Restless Heart”.

    [00:07:21] Em mil novecentos e noventa e cinco (1995), fez “One Clear Voice”, álbum que marcou sua primeira turnê solo, um antigo pedido de seus fãs.

    [00:07:29] Indagado sobre o porquê ter demorado tanto para viajar em turnê, respondeu à época que queria estar em casa para criar sua filha Claire.

    [00:07:39] Após o nascimento da segunda filha, em mil novecentos e noventa e oito (1998), Peter lançou “You’re the Inspiration”, uma coletânea que mescla músicas antigas e novas do cantor.

    [00:07:48] Depois de três anos, em dois mil e um (2001), ele lançou o sétimo álbum de sua carreira solo, “Another Perfect World”, com músicas inéditas.

    [00:08:02] No ano seguinte, em dois mil e dois (2002), recebeu um convite de seu velho amigo e parceiro de composições David Foster para criar um medley com os vários sucessos que os dois escreveram juntos ao longo do tempo. 

    [00:08:05] Ele também se reuniu com alguns amigos músicos de Nashville na primavera seguinte, criando um grupo acústico que rearranjou seus sucessos solo e alguns hits de quando ainda tocava na banda Chicago.

    [00:08:15] Peter passou o verão e o outono de 2003 fazendo uma turnê e diversas apresentações com orquestras sinfônicas.

    [00:08:23] Em dois mil e quatro (2004), lançou o álbum de Natal “You Just Gotta Love Christmas”, que inclui a participação de sua filha mais velha Claire em duas faixas. Senna, a filha mais nova, também colaborou com a criação da capa do disco.

    [00:08:53] À época, ele fez uma mini-turnê nos Estados Unidos para promover a nova obra.

    [00:08:58] Os shows em solo norte-americano dariam origem ao CD/DVD “Live In Salt Lake City”, lançado em dois mil e cinco (2005). 

    [00:09:17] Em dois mil e oito (2008), ele cantou ao vivo a faixa “Hard To Say I’m Sorry” com a Orquestra Cleveland Pop em um evento com patinadores de gelo de classe mundial. 

    [00:09:38] A apresentação foi gravada em Youngtown, no estado de Ohio, nos Estados Unidos e acumula mais de 25 milhões de visualizações no YouTube.

    [00:09:51] Até meados de 2019, Peter Cetera também fazia algumas apresentações com a The Bad Daddies, banda de rock eletrônico que mesclava material original com covers de canções populares da banda Chicago e da carreira solo do artista. 

    [00:09:58] Em novembro de dois mil e dezenove, no entanto, o cantor afirmou em uma entrevista que estava se aposentando da carreira.

    [00:10:04] Ele explicou que há muito tempo já planejava parar de se apresentar antes de perder a voz. À época, aos 74 anos, disse que já era tempo de “aprender a ser um cantor desempregado”.

    [00:13:12] Você confere agora alguns dos principais ritmos desse podcast!

    1. Home
    2. noticias
    3. podcast do artista antena 1 …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.