alexametrics
Conectando

    Por mais que o Brasil, não tenha as estações do ano tão definidas, como na América do Norte, certas enfermidades, por conta das mudanças no clima e no ar ganham mais força nesse período.

    Problemas alérgicos e respiratórios são típicos da primavera

    Por Redação, antena 1

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo especialistas, problemas respiratórios e alergias são doenças típicas da primavera. Apesar do Brasil, não ter as estações do ano extremamente demarcadas, como na Europa  e na América do Norte.

    Nessa época do ano, o número de pessoas com manifestações alérgicas  cresce. Aumenta, também, a quantidade de pacientes que apresentam alergia relacionada ao pólen, pó, flores, e ao ressecamento do ar.

    A rinite, a asma e a tosse podem ser mais afloradas nesse período em que há modificações no ar. A umidade pode atingir índices baixos, por exemplo.  Essas alterações estão associadas ao crescimento de problemas respiratórios.

    Na primavera, também, há aumento da temperatura média e quem está no extremos da vida, tanto crianças quanto idosos podem sofrer impactos na saúde.

    Uma recomendação muito válida para esse grupo de risco e para o público no geral é ingerir a quantidade de água adequada. Nessa estação do ano, indivíduos costumam ter menos sede ou há mais dificuldade para reconhecer quando o organismo necessita do líquido.

    Lembrando que a água é fundamental para o funcionamento correto do corpo humano e tem papel relevante em diversas funções, como, no transporte de nutrientes e na regulação da temperatura corporal.

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.