alexametrics
Capa do Álbum: Antena 1
ANTENA 1A RÁDIO ONLINE MAIS OUVIDA DO BRASIL

    Realidade virtual pode ajudar quem tem medo de falar em público

    Plataforma Chiara, disponível somente em espanhol por enquanto, auxilia a aprimorar a oratória por meio de aulas virtuais

    Por Larissa Valença

    Placeholder - loading - news single img

    Segundo o jornal argentino ''La Nacion'', a criação de uma startup espanhola tem o objetivo de ajudar aqueles que visam melhorar a oratória por meio de uma série de cursos de realidade virtual, os quais usam a inteligência artificial para analisar parâmetros do discurso e fornecer um feedback bem completo.

    A ideia da empresa foi desenvolver vários cenários para que, por meio da realidade virtual, os alunos pudessem ensaiar suas apresentações e passassem a compreender seus progressos baseados na informação visual e auditiva capturada pelo recurso. Depois disso, foi necessário um ano e meio para formar o time de profissionais responsáveis por tornar esse sonho em algo real. Dessa forma, nasceu a ferramenta ''Chiara''. Hoje, há 70 colaboradores e mais de 500 alunos. No momento, o recurso somente funciona em espanhol, porém, em breve, os idealizadores pretendem lançar uma versão em inglês.

    Mas, afinal, como funciona?

    Para perder de vez a vergonha, as aulas virtuais de oratória contam com mais de 20 cenários distintos, como salas de reuniões e grandes auditórios.

    Com o auxílio do laboratório de fonética da Universidade de Barcelona, ''Chiara'' pode analisar a velocidade da voz enquanto o estudante está praticando, e também, avalia outros fatores, como intensidade, as pausas e as frases usadas.

    Os algoritmos da plataforma são capazes de perceber para onde o aluno está olhando a cada momento, e também, o ritmo discursivo, entonação, e clareza da voz.

    Segundo Soraya del Portillo uma das idealizadoras do projeto, ao terminar, o aluno ganha um feedback quantitativo- uma pontuação em comunicação verbal, voz e contato visual. E também, são feitas avaliações para ajudar o estudante a aprimorar as suas habilidades sociais. Para isso, um feedback qualitativo é elaborado: um parágrafo que explica quais questões são necessárias enfatizar. Tudo por meio de um processo automatizado sem nenhuma intervenção humana.

    Aliás, há uma tecnologia chamada speech to text, com ela, o orador pode comprovar quando ele fugiu do seu discurso inicial ou repetiu muito algum termo, expressão, para que, não cometa tais erros da próxima vez.

    1. Home
    2. noticias
    3. realidade virtual pode ajudar …

    Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.